Vídeo de suposta agressão cigana em Itamaraju viraliza nas redes sociais


No fim da tarde desta terça-feira, dia 3 de janeiro, o Teixeira News recebeu através do WhatsApp (73 9 9917-7501), o vídeo de uma agressão em massa contra um jovem morador de Itamaraju. Na narrativa da filmagem é possível ouvir dois rapazes relatando o nome da vítima (Adriano, mais conhecido por “Feinho”), um conhecido mecânico de motos na cidade e que recentemente teria deixado a profissão, para ajudar o pai em sua propriedade rural.

O vídeo vem repercutindo fortemente nas redes sociais e mostra o rapaz sendo atacado por um grupo grande de jovens, que em sua maioria seria composto de ciganos que residem na cidade. No fim da gravação é possível perceber eles fugindo, inclusive algumas mulheres de vestidos longos e feitos de tecidos típicos dos usados pela comunidade cigana. A agressão aconteceu no Posto Bentivi, onde o veículo da vítima foi cercado pelos agressores.

Segundo a denúncia, os agressores estariam bebendo nesse último domingo, dia 2 de dezembro, em um bar conhecido como Belisca Bolo, às margens da rodovia BR-101 e quando retornavam para Itamaraju em comboio, o rapaz agredido, que estaria retornando do trabalho, teria feito uma ultrapassagem, revoltando os ciganos. Essa ultrapassagem teria sido a motivação do ataque em massa. Ferido, o jovem foi socorrido ao Hospital Municipal de Itamaraju (HMI).

Esse Bar Belisca Bolo já foi palco de diversos casos de violência, incluindo brigas, acidentes e atropelamentos fatais. Muitos jovens, principalmente nos finais de semana e após festas ocorridas na cidade, terminam a madrugada no local, longe do centro e onde é permitido o uso de sonorização automotiva em alto volume. Depois que o Posto da PRF de Itamaraju foi fechado, a ida ao bar ficou ainda mais comum, pois sem fiscalização, eles podem beber e dirigir tranquilamente.(Da redação TN)