Investigação conclui que bebê morto em Prado foi agredido pelos pais.


ff8cbe01-c096-422b-a507-b1b35342e73a-copia

A polícia sustenta tese de homicídio no caso Pedrinho, criança que chegou sem vida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas do Prado. O fato ocorreu na noite do último dia 29 de outubro. A estratégia da polícia, desde o início das investigações, foi no confronto das informações prestadas pelos pais.

A reviravolta no caso da morte de Pedro Silva Carneiro (09 meses) começou com a prisão de Jorge Mendes Carneiro e Erisângela Santos Silva [pais da criança], por força de um mandado de prisão temporária expedido pelo juiz criminal da comarca do Prado, Dr. Leonardo Coelho.

jorge-mendes-carneiro-e-erisangela-santos-silva-pais_de_pedrinho

O inquérito policial aponta os pais da criança como autores das causas que levaram o pequeno Pedrinho à morte. Segundo o delegado de polícia, Dr. Júlio César Telles, que conduz as investigações, a tese de homicídio doloso se baseia em dados colhidos na exumação do corpo, com a reprodução simulada (reconstituição), na perícia da caminhonete (Toyota/Hilux) e no local onde a família esteve na Praia da Paixão, região litorânea do município do Prado.

O CASO – No dia dos fatos, os pais do bebê contaram que a criança tinha se soltado da cadeirinha, destravado a tranca da porta da caminhonete e aberto a porta, durante o trajeto que faziam entre a Praia da Paixão e a cidade do Prado, na estrada litorânea pradense. Aos poucos, a morte deixou de ser considerada acidente para ser investigada como crime.

O delegado de polícia, Dr. Júlio Telles, levantou a tese de a versão dos pais não se sustentar, destacando que a criança não tinha sinais de queda, não tinha arranhões e nem e tinha vestígios de areia no corpo.

reconstituicao-do-caso-pedro-carneiro-morto-apos-cair-de-caminhonete-hilux-em-prado-3

A caminhonete foi submetida à perícia e continua apreendida. Os pais do bebê continuam detidos. O delegado afirmou que vai concluir o inquérito e remeter à justiça pedindo a prisão preventiva do casal, depois de apurar na exumação do corpo que a criança tinha sinais de duas agressões – uma na mandíbula e outra nos dentinhos que estavam nascendo.

“Após a primeira agressão, a mãe pode ter segurado o filho no colo, é o que afirma a perícia ao localizar secreção do nariz e do estômago, em posição correspondente com a altura da criança, se estivesse no colo de quem estava no banco carona, neste caso, a mãe. Outro ponto de destaque é que o bebê tinha fraturas nos ossos (temporal, occipital e parietal)”, afirmou.

Dois em moto perseguem veículo e baleiam carona no centro de Teixeira de Freitas.


caronadd1-1200x545_c

Na tarde desta sexta-feira, dia 2 de dezembro,  um homem foi vítima de um homicídio tentado no Bairro Monte Castelo, em uma via de acesso à rotatória da Avenida das Nações. Segundo informações da polícia, dois homens a bordo de uma motocicleta aproximaram-se do Fiat/Palio, de cor prata, placa policial HJP-0152, licenciado em São Paulo-SP., e efetuaram pelo menos três disparos de arma de fogo, em direção ao carona, que havia acabado de entrar no veículo.

A vítima foi alvejada com dois tiros e acabou sendo socorrida por uma guarnição da 87ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), onde estava o major Sílvio Nunes, comandante da unidade e que passava pelo local logo após os disparos. A vítima foi identificada como Francisco Edivan Rodrigues Cavalcante, o “Ceará”, de 46 anos de idade. Ele foi encaminhado ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde passou por exames e foi imediatamente encaminhado ao Centro Cirúrgico.

Segundo informações, Francisco foi atingido no peito e na região da cintura, e o estado de saúde dele requer cuidados. O caso foi registrado na sede da 8ª Coorpin e apresentado à delegada Waldiza Fernandes, de plantão na unidade, que ouviu uma testemunha do crime.

No banco do carona, alvo da ação criminosa, foram identificadas três perfurações provocados por projéteis de arma de fogo. O motorista do Palio não se feriu.

Guarnições do PETO e da CIPA-Mata Atlântica saíram em diligência a fim de localizar os suspeitos, que fugiram em sentindo ao Bairro Castelinho. A Polícia Civil está investigando o caso e aguarda uma melhora no quadro de saúde do homem ferido, para que possa ouvi-lo e tentar saber dele sobre quem estaria interessado em sua morte.

(Da redação TN)

Dupla é presa com 18 buchas de maconha no Porto de Alcobaça.


portod-1200x545_c

Na noite desta sexta-feira, dia 2 de dezembro, policiais militares da 88ª Companhia Independente de Alcobaça (CIPM), apresentaram ao plantão regional da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, José Marcos da Silva e Jefferson Santos Conceição, flagrados em posse de 16 buchas de maconha, no lastro de um barco pesqueiro.

Segundo os militares, eles receberam a informação que os dois homens, supostamente pescadores, estariam vendendo drogas livremente no Porto de Pesca da Alcobaça. Chegando ao local, dizem os policiais, eles avistaram os suspeitos em um barco e quando fizeram a abordagem, encontraram ao lado dos mesmos as buchas de maconha, embaladas e prontas para a comercialização.

portod1

Em seguida à descoberta os dois acusados receberam voz de prisão e acabaram conduzidos à sede da 8ª Coorpin, onde foram ouvidos pelo delegado Marco Antônio Neves, que responde pela Polícia Civil em Alcobaça e terminaram indiciados por tráfico de drogas, Artigo 33, da Lei 11.343/2006. Eles permanecem custodiados à disposição da Justiça.

Em entrevista à reportagem, José Marcos e Jefferson negaram a posse do entorpecente, alegando que apenas foram abordados na embarcação. (Da redação TN)

Mulher é assaltada e policiais doam alimentos e ajudam a quitar contas em Eunápolis


polid-1200x545_c

Uma dona de casa foi roubada quando retornava para a sua residência, próximo à BR-101, em Eunápolis, na noite da última quarta (30). A Polícia Militar foi acionada, porém não localizou o criminoso.

O relato da vítima comoveu os policiais da Rondesp Sul, que atenderam a ocorrência. A mulher disse que o dinheiro roubado era para comprar alimentos para os filhos, um deles recém-nascido.

polid2

Os policiais Torquato, Adriano, Terg Ralph e Raphael não só compraram e doaram alimentos para a família, como deram ajuda para a vítima quitar contas atrasadas.

(Informações: Blog Pimenta)

Homem é executado supostamente no lugar do irmão em Medeiros Neto.


cadeid-1200x545_c

Na madrugada deste sábado, dia 3 de dezembro, por volta das 3h30, criminosos armados arrombaram a porta da frente da casa de Marcelo Teixeira Moreira, o “Marcelo de Lira”, de 29 anos, no Bairro Uldurico Pinto, em Medeiros Neto e o executaram a tiros.

Alvejada no rosto, tórax e abdômen, a vítima chegou a ser socorrida ao Hospital Municipal de Medeiros Neto, mas acabou não resistindo e veio a óbito pouco tempo depois. A polícia acredita que o alvo dos atiradores era o irmão da vítima, um cadeirante, que teria envolvimento com o tráfico de drogas. “Marcelo de Lira” não tinha passagem na polícia e era uma pessoa conhecida na cidade.

Dentro da residência a polícia recolheu cápsulas de pistola calibre 380.

No início da manhã deste sábado, dia 3, após guia assinada pelo delegado Sanney Simões, titular de Medeiros Neto, o corpo acabou sendo removido ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia.

Ninguém soube informar se os assassinos chegaram a pé ou fazendo uso de algum veículo.

 (Da redação TN)

Jovem é executado a tiros dentro de caminhonete recheada de dinheiro em Teixeira de Freitas


kaid-1200x545_c

Na tarde desta sexta-feira, dia 2 de dezembro, após informações de moradores, policiais militares da 87ª Companhia Independente de Teixeira de Freitas (CIPM), deslocaram-se à Rua Diamante, no Bairro Kaikan Sul, onde um jovem havia sido executado com disparos de arma de fogo, no interior de sua própria caminhonete, uma Ford Ranger, placa JMM-8414.

Assim que chegaram ao local e constataram a veracidade da informação os próprios militares trataram de comunicar o ocorrido à Polícia Civil e ao Departamento de Polícia Técnica (DPT).

A vítima foi identificada como Daniel Silva Correia, de 20 anos, que segundo testemunhas, havia acabado de pegar o veículo em mãos de amigo, momento que foi abordado e morto pelo pistoleiro, quando ainda estava ao volante da caminhonete. Após ser alvejado, Daniel ainda tentou fugir, mas bateu a Ranger na traseira de outro veículo e morreu no local.

kaid1

Na perícia de local a cargo dos peritos do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), foi constatado que o jovem acabou executado com seis disparos de pistola Ponto 40. Dentro da caminhonete, numa pasta, a polícia encontrou pertencer pessoais da vítima, além de R$ 4 mil em espécie.

A hipótese de latrocínio, que é roubo seguido de morte, está praticamente descartada, já que nenhum pertence do rapaz foi levado pelo assassino. (Da redação TN)

Aluguel de Casa para Réveillon, Carnaval e temporada em Prado Bahia.


click nos Link e Confira.

Se não Conseguir digite o código dos anuncio  277033924 e 277033924

http://www.olx.com.br/vi/276535786.htm

http://www.olx.com.br/vi/277033924.htm

Excelente casa em uma ótima localização ha 500 metros da praia e menis de 1 minuto do centro com 3 quartos, 2 banheiros sendo 1 suíte, Ar condicionado, Tv a cabo, internet, garagem pra 3 carros.
Entregamos com 3 camas box de casal, mais 1 cama de solteiro e 1 colchão de casal.
Fazemos contrato do período de estadia.
Email:[email protected] ou whatssap 73 99979-9767

Características: Ar condicionado, churrasqueira, estacionamento, fogão, geladeira, internet, máquina de lavar, permitido animais, tv a cabo, varanda/terraço.

VERÃO 2017: Vejam as festas particular que vão movimentar o verão de Prado.


O verão está chegando e pra esquentar ainda mais as festas de fim e inicio de ano o município de prado já conta com três festas que prometem movimentar o verão 2017.

No dia 29 na quinta-feira tem o Gordinho Gostoso Neto LX na Cabana Sambaleia a partir das 22:00.

15319563_1293208444093010_227031928_n

Já no dia 30 Sexta-Feira tem na Cabana segura as Ondas o tradicional Luau Universitário com as Bandas João Victor e Vinícius, e Felipe Fantin.

15320276_1293208347426353_1268998693_n

No comecinho de 2017 tem uma das festas mais esperadas do verão, a Noite do Reggaço vem na sua 22º edição com as bandas: Led  Live, Tomate e a swingueira do Pago’dart.

 15241835_1093686510745032_8503118020421185604_n

 

Joga pedra e esconde a mão: PSDB articulou urgência de pacote anticorrupção e votou contra


Todo o partido votou contra a urgência do pacote anticorrupção, mas senadores foram os principais articuladores da proposta

size_960_16_9_senador-aecio-neves-psdb-em-29-03

Brasília – Nenhum senador do PSDB votou a favor da manobra para acelerar a votação do pacote anticorrupção no Senado. O resultado da votação, entretanto, disfarça os acordos costurados ao longo da tarde dessa quarta-feira, 30.

Interlocutores que participaram das reuniões garantem: Aécio Neves (MG) foi o primeiro a articular a urgência da votação e o PSDB prometeu votos no requerimento, mas não cumpriu.

Presidente do PSDB, Aécio trabalhou ao longo da tarde para costurar o acordo, que foi fechado com lideranças do PMDB, PT, PSD, PP e PTC.

O tucano foi o principal articulador do pedido de urgência, afirmam fontes. Se fosse aprovado o requerimento, o senador Roberto Requião (PMDB-PR), que é relator do abuso de autoridade, assumiria também o pacote anticorrupção para apresentar parecer favorável a todas as modificações feitas na Câmara. De acordo com o Ministério Público, o projeto foi desvirtuado pelos deputados.

Na noite desta quarta-feira, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), conduziu a manobra. O peemedebista, que não costuma perder votações e, quando observa clima desfavorável, prefere suspendê-las, acabou derrotado por 44 votos a 14.

À primeira vista, Renan pareceu sozinho em sua articulação. Mas, na realidade, líderes que participaram do acordo acabaram desistindo diante da reação do plenário. Renan insistiu na votação porque confiou no acordo firmado mais cedo.

Senadores que estiveram no jantar natalino na casa de Eunício Oliveira (PMDB-CE) após a votação relataram que houve constrangimento entre aqueles que prometeram o voto, mas não entregaram.

Reação

A estratégia era que o requerimento fosse votado sem alarde. Ao dar início à votação, Renan não mencionou do que se tratava. O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), ciente da manobra – e contrário à ela -, pediu que o conteúdo do requerimento fosse esclarecido.

Ao saberem que se tratava de pedido de urgência para o pacote anticorrupção, muitos senadores se voltaram contra a iniciativa. A reação do plenário não deixou outra alternativa aos articuladores da manobra se não abandonar a estratégia.

Senadores que participaram do acordo criticaram os líderes do PMDB, Eunício Oliveira (CE) e do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), que nem sequer estiveram presentes na votação para garantir a estratégia firmada. O líder do PSD, Omar Aziz (AC), que assinou o requerimento de urgência, também não estava no plenário no momento da votação.

As maiores críticas, entretanto, recaíram sobre o PSDB. De acordo com um dos senadores que participou das reuniões para a manobra, a bancada tucana foi orientada a votar fechada contra o requerimento de urgência quando Aécio notou que iria perder. Desta forma, o partido sairia insuspeito.

Outro lado

A assessoria do senador Aécio Neves negou que ele tenha participado de qualquer reunião para tratar do assunto. Renan Calheiros, por sua vez, argumenta que não é autor do requerimento de urgência e que apenas cumpriu seu papel, como presidente do Senado, de colocar a proposta em votação.

O senador Romero Jucá disse desconhecer qualquer articulação para acelerar o pacote anticorrupção e afirmou que estava no Palácio do Planalto no momento da discussão, razão pela qual também não participou da votação. Jucá chegou ao plenário já no fim dos desentendimentos.

O senador Omar Aziz, que assinou o pedido de urgência, afirmou que participou de reuniões para tratar do assunto, mas que a vontade do plenário é soberana. Ele avalia que, apesar da tentativa de urgência, a resolução final da questão foi a melhor possível e que agora o pacote vai tramitar com tranquilidade pelas comissões do Senado.

No Senado, Sérgio Moro critica ‘emendas da meia-noite’ em pacote anticorrupção


1633691

O juiz federal Sérgio Moro criticou a tramitação do pacote anticorrupção na Câmara dos Deputados e sugeriu mudanças no projeto de lei para evitar a “criminalização” do exercício da Justiça. O responsável pelos processos em primeira instância da Operação Lava Jato participou de sessão do Senado durante a manhã desta quinta-feira (1º) para debater a emenda que aprova julgar juízes e promotores por abuso de autoridade. “Essa provisão do crime de responsabilidade para juízes e promotores teria que ser objeto de maior debate da Câmara ou do Senado. Essas emendas da meia-noite, que não permitem avaliação por parte da sociedade, que não permitem avaliação do parlamento, não são benéficas para temas tão sensíveis”, comentou o juiz. Ele também ressaltou que a aprovação no Congresso Nacional do pacote anticorrupção que passou pela Câmara poderia “mandar uma mensagem errada” para a sociedade brasileira. “Considerando o contexto que existe uma investigação importante, não só a Operação Lava Jato, mas várias outras investigações, uma nova lei poderia ser interpretada como tendo o efeito prático de toler investigações penais”, avaliou. Moro entregou a representantes do Senado um ofício com uma sugestão de mudança na emenda relacionada ao abuso de autoridade. Ele defendeu que não se configura crime quando há divergência na interpretação da lei penal ou na avaliação de fatos ou provas. “É importante ter uma manobra de salvaguarda para que erros ou diferentes interpretações não sejam considerados abuso de autoridade”, argumentou, citando exemplos de casos em que uma acusação de abuso de autoridade pode gerar interpretações divergentes.