Brutalidade: Mulher é morta e queimada após rir do parceiro em relação sexual por não ereção.


Preso, suspeito disse que não conseguiu “ereção” durante ato por estar sob efeito de drogas. A mulher então começou a rir. Ele se enfureceu e a estrangulou até a morte.

mXPe6tw

A manicure Sibele Aparecida Stariu, 33 anos, foi morta por estrangulamento e depois teve parte do corpo queimada pelo indivíduo Romeu Francisco dos Santos, 32 anos, por ter rido do fato de o bilau do criminoso não ter “levantado” no momento da relação sexual.

O corpo da vítima foi encontrado próximo ao Rio Miringuava, em São José dos Pinhais, em Curitiba. Romeu foi preso no Bairro Afonso Pena e confessou a autoria do crime, mas a polícia prossegue com as investigações, para confirmar se realmente o motivo da morte foi por causa do deboche pela não ereção. Tudo começou quando Sibele foi deixada na porta de casa ao voltar de uma festa, por volta das 6h.

goXiEDo

Ao invés de entrar, ela decidiu fazer uma caminhada pelo local, carregando os sapatos nas mãos. As câmeras de segurança flagraram quando ela entrou em um veículo.

O criminoso relatou à polícia, que daquele local foram para o Bairro Boqueirão, onde decidiram fazer sexo. Entretanto, em virtude do excesso de drogas, Romeu conta que não conseguiu ter ereção, razão pela qual Sibele começou a rir da situação, o que o deixou enfurecido.

03t2aoH

Descontrolado, enforcou a manicure. Ato contínuo, dirigiu-se a um posto de gasolina, onde comprou etanol e depois de descartou o corpo da vítima em um matagal no Bairro Colônia e ateou fogo. O corpo de Sibele, queimado até a cintura, foi reconhecido pelos familiares. Romeu possui diversas passagens pela polícia por receptação, adulteração de veículos e uso de drogas. Atualmente estava trabalhando como motorista da Uber. Já Sibele, que era manicure, morava com os pais idosos e tinha duas filhas, uma de oito e outra de 14 anos.

Praias, chapadas e história: Bahia é eleito o melhor Estado brasileiro de destino turístico


2008-06-18-cumuruxatiba-baleia-jubarte-7m

Prado -Ba

O vazio em frente à cachoeira da Fumaça exerce tal atração que a água se confunde e cai para cima. Na baiana Chapada Diamantina, as lembranças persistem. Há mesa de café abastecida e consumida coletivamente, patrimônio histórico neogótico, pão caseiro, caverna, carne de fumeiro, pastel de jaca, rio gelado, trilhas, falta de 3G ou música alta. É um lugar para deitar, praticar o “deboísmo” e conversar até sozinho. Ficar de boa, mesmo calado, deixa de ser irritante para o entorno quando a frequência é a mesma. É como se o motorista lento não ouvisse mais buzina.

d70-0096.jpg.1920x810_0_216_18750

Corumbau Prado-Ba

O visitante já sabe que a quantidade de dias na Bahia será insuficiente, mas fazer o quê, é o que tem. Dá vontade de fazer tudo. Parece o primeiro planejamento de viagem à Europa, 40 países em 15 dias para “aproveitar que tá indo, sabe-se lá quando vai dar para voltar”. Praia agitada, praia deserta, trilha, fazenda, road trip, rafting, tour gastronômico ou centro histórico? Pouco importa. A sensação será a mesma. O lugar é inesquecível e inesgotável (se for uma vida só).

cumuruxatiba_01

Cumuruxatiba Prado-Ba

No interior, aipim e as carnes de sol e de fumeiro dominam cardápios. No litoral, a dupla coentro e dendê se impõe em restaurantes ditos obrigatórios. Pensar no custo-benefício de abrir e comer um caranguejo torna-se lateral com uma vista para a Baía de Todos os Santos. Pode tirar milhares de fotos, comprar fitinha do Senhor do Bonfim e todos os fui-à-Bahia-e-lembrei-de-você. Nada vai superar a lembrança dos gostos e cheiros de uma moqueca de camarão e polvo. Sem falar dos pés na areia.

Iluminação-Cênica-LED-Igreja-do-Prado_BA

Praça da Matriz Prado-Ba

Folha de S. Paulo

Itamaraju: Populares saqueiam carga de aves congeladas após carreta tombar em acidente


Na manhã de sábado, (26), uma carreta carregada com aves congelados e um carro de passeio, envolveram-se em um acidente no km 831, na BR 101, nas proximidades do assentamento Antônio Araújo, distante cerca de 14 km da cidade de Itamaraju.

Segundo informações, um veículo Honda / Civic, cor preta, placa policial EBD 0394, licenciado em São Paulo/SP, teria colidido com uma carreta SR/Randon, cor preta, placa policial OVJ 1967, licenciada em Vila Velha/ES.

O condutor da carreta, teria tentado desviar-se do carro de passeio, onde acabou perdendo a direção do veículo e tombado na lateral da pista.

O condutor do carro de passeio, identificado como sendo Daniel Oliveira, 25 anos, foi socorrido para o hospital de Itamaraju. Já o condutor da carreta, identificado pelo pré nome “Wallace”, recebeu atendimento no local e permaneceu até a chegada da polícia Rodoviária Federal. Ambos os veículos ficaram bastantes danificados.

Populares que trafegavam pelo local, saquearam parte da carga, que ficou exposta após o acidente. Segundo a PRF,

As pessoas que participam de saques de carga cometem crime, que pode ser enquadrado como furto ou roubo. No caso do furto, a pena prevista é de 01 a 04 anos de reclusão. Já o crime de roubo prevê reclusão de quatro a dez anos.

ITAMARAJU | Corpo com perfuração no crânio é localizado na BR-101


Itamaraju-in-SDmorteR-2017.02.07-1

As autoridades foram mobilizadas nas primeiras horas da manhã deste sábado (26), com relatos de pessoas que transitavam pela rodovia BR-101, informando sobre um corpo às margens da via, num trecho entre Itamaraju e Itabela.

A vítima ainda sem identificação, apresentava uma profunda perfuração na altura do crânio, caída às margens da rodovia BR-101, próximo do acesso ao parque do descobrimento, trecho da rodovia pertencente ao município de Itamaraju.

O posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), também foi informado  sobre o fato.

Ao lado do corpo estava vários pertences da vítima, a polícia civil destinará até a localidade para promover o levantamento cadavérico, na tentativa de identificar se o caso será tratado como acidente ou homicídio.

O corpo será removido para o IML do município, onde aguardará o reconhecimentos de familiares.

Prado: Animal solto em rodovia provoca acidente


Itamaraju-in-afacideass

No período noturno desta sexta-feira (25), profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) foram mobilizados por pessoas que transitavam pela rodovia BA-489, relatando sobre um grave acidente envolvendo um veículo utilitário e um animal solto na via.

Ocupantes de um FIAT Strada colidiram brutalmente contra um animal solto nas proximidades do povoado de Duas barras (pontinha) área pertencente ao município de Prado.  Apesar do imenso susto e prejuízos, apenas uma mulher que ocupava o veículo sofreu ferimentos leves e foi encaminhada para há UPA 24 horas no município de Prado com auxílio de pessoas que passavam no momento do acidente.

Com o brusco impacto o animal quebrou as patas e o veículo ficou parcialmente destruído.

O SAMU que destinou da cidade de Itamaraju, realizou atendimento ao condutor do veículo, que preferiu permanecer no local, por não apresentar ferimentos.

Itamaraju-in-afacidesass

O animal foi removido da pista, na tentativa de evitar novos acidentes no local. Porém devido os ferimentos deverá ser sacrificado.

VEM AI A 4ª. EDIÇÃO DO FESTIVAL DAS BALEIAS 2017 EM PRADO-BA


21150091_678255995707833_4195910919317196559_n

A produção do Festival das Baleias 2017 divulgou nesta sexta feira (25/08/2017) a grade das atrações musicais que contou com a curadoria de uma grande empresa do ramo de entretenimento musical a Playground Business.  O festival das Baleias é um evento de cunho sócio ambiental, multidisciplinar e multi setorial, que debate sobre meio ambiente marinho,  assunto pelo qual tem sido discutido de forma pioneira no Nordeste. esse ano resolveu trazer mentoria  artística para montar a sua grade, a Playground que atende a grandes eventos foi a responsável pela grade do evento que conta com:

  • Simpósio do Mar realização do instituto REDEMAR e a UNEB de Teixeira de Freitas;
  • Off Road Jubarte de Sustentabilidade com replantio de mudas em local estratégico, parceria do Instituto Redemar e a Bahia Expedition;
  • Passeios de Avistamento de Baleia para alunos do ensino médio e comunidade pradense;
  • Doação de alimentos arrecadados dos participantes do Off Road para uma instituição de caridade que será indicada pela prefeitura;
  • Feira de artesanato;
  • Exposição Fotográfica;
  • Participação do Parque Nacional Marinho de abrolhos com ações educacionais nas escolas municipais;
  •       Shows Musicais: Dia 08/09 com

Estakazero, Dj Rallo e atrações locais e no

dia 09/09 com o Projeto Amy Reggaehouse (Versões de Amy Winehouse em Reggae), Petra e a versatilidade da Banda Patchanka.

Conta também com a presença do Superintendente da Bahiatursa Sr. Diogo Medrado, palestrantes renomados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Bahia, Possivelmente o evento vai receber o secretário do Meio ambiente da Bahia,  e pretende movimentar  a Capital da Baleia Jubarte (Prado ba)  durante o Feriado de 7 de Setembro.

Serão 05 (cinco) dias de muitas opções para todos os gostos, afirma o presidente da REDEMAR Sr. William Freitas que é categórico ao afirmar que sem a produção da TM Promocional e eventos e a Org. Lírio não seria  possível atuar em diversas frentes com eficiência e deixando como principal legado em Prado,  a conscientização, o despertar e  respeito ao meio ambiente marinho,  que são temas pouco debatidos em nossos pais.  Vale também salientar a importante participação da prefeitura de Prado que através de sua prefeita Mayra Brito visualizou a importância do evento para o Municipio e tem  dado todas as condições para que o evento seja um sucesso. Destaca-se também  o total apoio, do Secretário de Turismo Sr. Joklebio Coelho que participa ativamente de todo processo de construção do festival e na interlocução entre as diversas secretárias envolvidas e até com a  própria prefeita. É um somatório de muito esforço, dedicação, profissionalismo que culmina em 5 dias imperdíveis. Nosso principal alvo é gerar o fluxo turístico para aquecimento da economia local e fomentarmos o turismo de avistamento de baleia, que com certeza tem grande potencial e condições únicas para seu desenvolvimento, que são, equipamentos de hospedagem, e de alimentação preparados para atender com excelência turistas de todas as partes do Brasil.

O evento que adotou o tema “conhecer pra preservar” e na parte musical foi preparado muita  diversidade,  levando em consideração que as jubartes são as únicas baleias que cantam e cada macho tem um canto próprio a musica de forma alguma poderia esta ausente do festival.  Em conversa com Fred Rehem da Playgournd foi escolhida essa especificidade do canto da Baleia para montar o line up da Arena Jubarte 2017.

Agora é aguardar e curtir os 05 dias de muitas opções, atrações musicais e atividades ambientais.

O festival das Baleias é patrocinado pela Bahiatursa e com apoios institucionais da Prefeitura de Prado e Secretária do Meio ambiente da Bahia.

Onde: Prado

Data 06 a 10 de Setembro

Gratuito para todos

Mais informações acessem:

https://www.facebook.com/festivaldasbaleias/notifications/

Recuperada em Teixeira de Freitas caminhonete tomada de assalto em Boa Esperança-ES


s10d-1200x545_c

Policiais militares do 2°Pelotão, da 87ª Companhia Independente de Teixeira de Freitas (CIPM), conseguiram recuperar, uma caminhonete Chevrolet S10, de cor branca, placa policial PPL-7712, licenciada em Boa Esperança-ES., município onde a mesma foi tomada de assalto. Os militares localizaram o veículo na Rua Brasil, no centro de Teixeira de Freitas.

Os militares fizeram buscas nas imediações, mas nenhum suspeito foi encontrado. A caminhonete foi apreendida e conduzida à sede da 8ª Coorpin, onde o caso foi registrado e apresentado ao delegado Maderson Souza Dias, de plantão na unidade. O proprietário do veículo foi informado e esteve em Teixeira de Freitas, onde fez a retirada do seu bem. (Da redação TN)

Itabuna: PM é denunciado por tentativa de estupro a colega de corporação em quartel


boinad-1200x545_c

Um policial militar da cidade de Itabuna, foi denunciado à Corregedoria-Geral da corporação por tentativa de estupro a uma colega de trabalho. Conforme a PM, o caso ocorreu em março deste ano.

Diante da denúncia da vítima ao comandante onde ela atua, foi aberta uma sindicância e encaminhada à corregedoria da Polícia Militar. A PM não informou a data de abertura do inquérito, mas disse que ele pode ser concluído em até 40 dias.

A PM também não deu detalhes do relato da vítima. O inquérito policial militar é sigiloso e infomações dos envolvidos não foram divulgadas. Nem o acusado e nem a vítima foram afastados da função.

Por meio de nota, a assessoria da PM informou a denúncia foi formalizada e a Corregedoria instaurou um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar o fato. Ao final, o procedimento será encaminhado para o Ministério Público. Ainda conforme a polícia, esta é a primeira denúncia em relação ao militar envolvido. (Informações: G1 Bahia)

Governo do Estado dá apoio à Capitania dos Portos no atendimento às vítimas de naufrágio


naud-1200x545_c

O Governo do Estado, por meio de várias secretarias, está realizando uma série de ações de apoio à Capitania dos Portos, da Marinha do Brasil, no atendimento às vítimas do naufrágio com uma embarcação, ocorrido às 6h30 desta quinta-feira (24), na Travessa Salvador-Mar Grande.

A Secretaria da Saúde (Sesab) já enviou a Mar Grande equipes das unidades dos municípios de Itaparica e Santo Antônio de Jesus para prestar socorro às vítimas da tragédia. Também apoia a ação a Secretaria da Segurança Pública (SSP), que está no local com helicóptero do Grupamento Aéreo da PMBA (Graer) e policiais da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (5ª CIPM).

O secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, esclarece que, pela legislação brasileira, cabe à Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), vinculada à Seinfra, a concessão do serviço, o estabelecimento do valor da tarifa e a definição da capacidade de passageiros.

A fiscalização das embarcações é de responsabilidade da Capitania dos Portos. “A Capitania dos Portos funciona como um Detran, uma polícia do trânsito do mar. A parte do Governo é a burocrática, da concessão”, enfatiza o secretário.

O Governo do Estado também vai acompanhar a apuração dos acidente marítimo, que será conduzida pela Capitania dos Portos.

Embarcação afunda em Mar Grande; 22 mortes foram confirmadas.


Lancha tinha capacidade para 162 pessoas. Marinha já resgatou 21 pessoas com vida
Lancha virou depois de sair do píer de Mar Grande
(Foto: Marina Silva/CORREIO)
Um acidente envolvendo uma embarcação da Asssociação de Transportadores Maritímos da Bahia (Astramab) deixa desaparecidos na manhã desta quinta-feira (24) em Mar Grande, na Ilha de Itaparica. A Marinha confirmou que 22 pessoas foram achadas mortas. Ao CORREIO por telefone, o tenente Fernando Araújo contou que há 17 corpos em Mar Grande e 5 em Salvador. Ainda de acordo com a Marinha, a Capitania dos Portos resgatou 21 sobreviventes.

A lancha Cavalo Marinho I, que tem capacidade para transportar 162 passageiros, virou pouco depois de sair do terminal de Mar Grande. O Comando do 2º Distrito Naval informou que ainda não há detalhes sobre o ocorrido.

Cinco lanchas, quatro navios da Marinha, com mergulhadores, e 130 militares participam do resgate. Três navios da Base Naval de Aratu e três lanchas da Capitania dos Portos foram deslocadas para o local do naufrágio para auxiliar nas buscas. “Nós recebemos um chamado de emergência via rádio por volta das 8h e, em seguida, mandamos três embarcações de resgate imediatamente. Três navios da base com médico a bordo e todo aparato para dar socorro está a caminho. Também acionamos outros órgãos como o Graer, Samu e Bombeiros”, disse o capitão-tenente da Marinha, Fernando Jeann Tôrres Araújo.

Pescadores e moradores auxiliam no resgate levando as vítimas para a areia da praia. Moradores de Mar Grande foram para o pier assim que souberam do acidente. Embarcações particulares tentam se aproximar do local do naufrágio para ajudar a socorrer as vítimas.

A Polícia Militar, por meio do Grupamento Aéreo (Graer) e da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Ilha de Vera Cruz), informou que às 9 h uma aeronave do Graer transportou uma das vítimas para o Hospital do Subúrbio, em Salvador. Em seguida o helicóptero retornarou em apoio às demais vítimas do acidente. A 5ª CIPM também já prestou socorro a algumas vítimas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mar Grande e ao Hospital Geral de Itaparica.

Embarcação afunda em Mar Grande (Foto: Reprodução/Foto do Leitor)

Sobreviventes 
Os sobreviventes do naufrágio da lancha Cavalo Marinho I, na manhã desta quinta-feira (24), começaram a chegar em Salvador por volta das 9h30. Ao desembarcar no Terminal Marítimo, as vítimas estão sendo colocadas dentro de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No local há três ambulâncias do Samu e uma do Corpo de Bombeiros.

Um bebê de um ano que havia sido resgatado do naufrágio não resistiu e morreu por volta das 11h. Equipes do Samu tentaram reanimar a criança, que já chegou ao terminal sem sinais vitais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em Salvador, as vítimas estão sendo levadas para o Hospital do Subúrbio. Na Ilha, as vítimas estão sendo atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Mar Grande. O estado de saúde das vítimas ainda não foi confirmado.

No Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Salvador a comoção é grande. Familiares e amigos chegaram ao local para acompanhar a chegada dos sobreviventes. Muitas pessoas choraram ao reencontrar seus parentes.

Uma das sobreviventes é a faxineira Morenina Santana, 35 anos. Ela conta que toda quinta-feira vem para Salvador fazer faxina. “Quando eu percebi que tinha virado eu já estava em baixo da água tentando respirar e não cosneguia. Eu pedi tanto a Deus que eu suspendi a cabeça e tive a respiração. As madeiras começaram a quebrar. O barco começou a desmanchar”, contou emocionada.

Quem também estava na lancha no momento do acidente foi o produtor musical, Mateus Alves Ramos, 23 anos. Ele pegou a lancha de 6h30. Seu pai, Marival Ramos, pegou a de 6h. Assim que soube do acidente, Marival foi para o terminal náutico de Salvador para onde os sobreviventes estão sendo levados. “Meu colete eu dei a uma senhora, que desmaiou na água. Me segurei em uma bóia. Eu faço a travessia uma vez na semana.O barco surfou em cima de uma onda e não conseguiu tirar da outra onda”, contou Mateus.

A administradora de condomínios Meire Reis, 53 anos, sobreviveu à tragédia que deixou mortos e feridos depois a lancha Cavalo Marinho virou na manhã desta quinta-feira (24) durante a travessia Mar Grande para Salvador. Ela relata que conseguiu sobreviver pois tinha visto ontem (23) na televisão o naufrágio que aconteceu no Pará.

“Eu vi a reportagem de Belém (Pará) e aí eu perguntei a ele (meu marido) se acontecesse isso aqui o que eu devo fazer. E ele fez e ensinou tudo como fazer para me salvar: respirar, me afastar porque o que mata é o povo que fica em cima. Tudo que ele me ensinou foi o que eu fiz. Hoje eu estou viva e salva graças a ele, ao que ele me ensinou”, disse.

O CORREIO
 tentou contato com a Astramab para confirmar a quantidade de passageiros à bordo da embaração mas, até o momento, não obteve êxito.

Veja imagens do acidente:

Embarcação naufraga após sair de Mar Grande (Foto: Reprodução/Foto do Leitor)
Embarcação naufraga após sair de Mar Grande (Foto: Reprodução/Foto do Leitor) 

Embarcação naufraga após sair de Mar Grande (Foto: Reprodução/Foto do Leitor)