Homem passa por cirurgia após peixe ficar grudado no pé: ‘Dor terrível’


Lesões causadas por bagre voltaram a acontecer no litoral de São Paulo.
Vítima caminhava em Santos (SP) quando peixe ficou fincado no pé.

4

Quase um ano após a série de ‘ataques’ de bagres assustar turistas e moradores na Baixada Santista, um peixe da mesma espécie voltou a fazer uma nova vítima nesta semana, em Santos, no litoral de São Paulo. Christian Borges dos Santos Martins, de 40 anos, teve um dos dedos do pé furado por um bagre durante uma caminhada pela faixa de areia da praia. O morador precisou passar por uma microcirurgia para a retirada dos ferrões que atingiram também a sola do pé. Este foi o décimo caso registrado na região no ano.

O acidente aconteceu no domingo de Natal, por volta das 13h, na praia do Boqueirão, próximo ao Canal 3. Após o incidente, a vítima conta que ainda tentou retirar os ferrões, o que não é recomendado pelos médicos, e depois recebeu o auxílio de alguns banhistas.

Ele lembra ainda que além de atravessar um dos dedos do pé, o ferrão ficou próximo ao osso. “Eu caminho no mesmo lugar quase todos os dias. Quando eu pisei no peixe senti uma dor terrível. Na hora eu segurei em uma pessoa que passava do meu lado e sentei em uma cadeira. Eu ainda tentei puxar o peixe sozinho, mas não tinha como”, conta.

A retirada sem procedimento cirúrgico não é recomendada porque o bagre possui uma espécie de serra que pode rasgar a pele e causar infecções. Ainda na praia, Christian foi atendido por enfermeiros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para a Casa de Saúde de Santos, onde foi feita uma microcirurgia.

“Graças a Deus as pessoas agiram muito rápido. Logo a SAMU chegou e eu fiz a cirurgia. Fui liberado no mesmo dia, às 23h. Essa agilidade foi muito importante, se não eu poderia ter tido alguma infecção, não sei. Mas ficou tudo bem, mesmo depois desse presentão de Natal”, brincou

6