Menino de 3 anos é torturado pelo pai e tem pimenta colocada em partes íntimas


ef215480c9c5cc44e24c5d7a85967ea2b8bd72fb

Moradores da favela Sururu de Capote, no bairro do Vergel do Lago em Maceió socorreram uma criança de apenas 3 anos de idade, após ouvir os gritos de desespero da criança que estava sendo torturada pelo próprio pai dentro do barraco em que moravam. O caso foi denunciado pelo Conselho Tutelar na manhã desta terça-feira, 5 de setembro.

Os vizinhos que resgataram o garoto ligaram para a mãe da vítima, que havia deixado o filho com o pai, Luciano da Silva, há oito dias. “Os vizinhos falaram que ele ia matar o menino enforcado com uma corda. Eles derrubaram o barraco dele e pegaram o aparelho celular. Foi então que conseguiram falar com a mãe do menino e ela foi até o local”, disse a conselheira tutelar Valmênia Santos, em entrevista ao G1.

O pai teria levado a criança da casa da mãe no bairro Benedito Bentes para passar o final de semana, quando a mãe ligou para saber da demora em ele levar o filho de volta o pai pediu mais alguns dias com a criança. Após os vizinhos terem derrubado o barraco, o pai e a madrasta fugiram do local. O menino foi encaminhado para o HGE (Hospital Geral do Estado), com várias marcas de agressão pelo corpo.

“A criança contou que apanhou com sandália, chapéu, corda e que o pai colocou pimenta em suas partes íntimas”, disse Valmênia. O Conselho Tutelar acompanhou a criança e a mãe para fazerem a denúncia na Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente nesta manhã. Segundo a conselheira, depois dos depoimentos, o menino deve ser levado ao Instituto de Medicina Legal (IML) para fazer exame de corpo de delito.

“É um caso que gerou muita revolta. Pelo que nos informaram e pelas agressões, a criança já deveria estar sendo agredida desde que ficou aos cuidados do pai”, observou Valmênia.

Vídeo: Veja momento que árbitro sai agredido e é insultado em Teixeira de Freitas


 

Ganhou repercussão estadual a agressão sofrida pelo árbitro Leonardo Oliveira de Carvalho, na partida entre Eunápolis e Teixeira de Freitas, pela 5ª rodada do Intermunicipal 2017. O jogo, que terminou em 5 a 1 para Eunápolis, aconteceu no Estádio Tomatão, em Teixeira de Freitas.

Segundo relatou Leonardo à Polícia Civil a agressão fora praticada por alguns jogadores e membros da comissão técnica do selecionado teixeirense. Atingido com socos e pontapés, o árbitro registrou o caso na Delegacia da Polícia Civil de Teixeira de Freitas (DEPOL) e promete ir até as últimas consequências para que os agressores sejam punidos.

A Federação Bahiana de Futebol, que organiza o Intermunicipal, ainda não informou o conteúdo da súmula da partida. Se a violência foi relatada oficialmente pelo árbitro Leonardo Oliveira de Carvalho, a Seleção de Teixeira de Freitas, que já está eliminada do Intermunicipal, pode ser punida e até ficar de fora das próximas competições oficiais da FBF. (Da redação TN)

Homem esfaqueia outro por dívida de R$ 2


facad-1200x545_c

Felipe da Silva, 18 anos, foi preso após esfaquear Manoel dos Santos, 45 anos, na manhã desta terça-feira, 5, por causa de uma dívida de R$ 2. O crime aconteceu por volta das 7h30, no bairro Santa Cruz, em Luiz Eduardo Magalhães, no Oeste da Bahia.

De acordo com a polícia, Manoel teria pego emprestado de Felipe, há alguns dias, a quantia de R$ 2, que seria usada para comprar um pote de cachaça. Quando foi na manhã desta terça, Felipe reencontrou Manoel na rua Eunápolis e esfaqueou o homem no braço direito.

Moradores da região quando viram a investida de Felipe contra a vida de Manoel, acionaram a polícia. Momentos depois que a vítima passou por uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ambos foram conduzidos para a delegacia no município. (Informações: Blog do Sigi Vilares)

Muita Grana: Polícia Federal encontra dinheiro em apartamento que seria utilizado por Geddel


foto

A Polícia Federal encontrou, nesta terça-feira (5), dinheiro em apartamento supostamente utilizado por Geddel Vieria Lima.

Conforme a PF, a Operação Tesouro Perdido deflagrada nesta terça tinha objetivo de cumprir mandado de busca e apreensão emitido pela 10ª Vara Federal de Brasília. Após investigações decorrentes de dados coletados nas últimas fases da Operação Cui Bono, a PF chegou a um endereço em Salvador, que seria, supostamente, utilizado por Geddel Vieira Lima como “bunker” para armazenagem de dinheiro em espécie.

Durante as buscas, foi encontrada grande quantia de dinheiro em espécie. Segundo a polícia, os valores apreendidos serão transportados a um banco onde será contabilizado e depositado em conta judicial.

Polícia mata 10 assaltantes de uma vez em confronto com quadrilha


Dez suspeitos foram mortos em um confronto com policiais civis na região do Morumbi, bairro nobre na Zona Sul de São Paulo, na noite deste domingo (3). Não há relatos de sobreviventes entre os suspeitos. Nenhum policial do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), responsável pela operação, ficou ferido.

De acordo com informações da Polícia Civil, os bandidos integravam uma quadrilha especializada em roubos a residência e vinham sendo monitorados por suspeitas de atuarem na região. Eles já teriam promovido ao menos 20 assaltos do tipo e foram abordados após uma nova ação criminosa.

O grupo atuava em bairros nobres de capital, especialmente Morumbi e Jardim Europa, e em condomínios de luxo na Grande São Paulo, como Cotia e Barueri, segundo nota da Secretaria da Segurança Pública (veja íntegra abaixo).

Nesta noite de domingo a quadrilha invadiu uma casa na Rua Puréus onde estavam quatro moradores, sendo três adultos e uma criança. Os bandidos tentavam abrir um cofre quando foram avisados por comparsas que estavam do lado de fora sobre uma movimentação suspeita perto do imóvel. Eles abortaram o roubo e saíram sem levar nada.

frame-00-00-35.483

Confronto em rua

Na fuga, o grupo foi perseguido pelo Garra. O tiroteio aconteceu na Rua Pirapó, próximo à Praça Alfredo Volpi, por volta das 19h30, segundo moradores. Os criminosos usavam dois carros, um Hyundai Santa Fé e um Fiat Toro. Eles tinham se deslocado poucos metros, já que a tentativa de roubo foi na quadra vizinha, na Rua Puréus.

Na tentativa de escapar, o motorista que dirigia a Santa Fé colidiu com um poste. Já aquele que dirigia o Fiat Toro bateu em um carro descaracterizado da Polícia Civil. Uma caminhonete Toyota Hilux que estava estacionada na Rua Pirapó também foi atingida pela colisão e pelos disparos.

Os assaltantes estavam armados com quatro fuzis e alguns usavam coletes, segundo o relato dos investigadores. Eles tentaram resistir à ação dos policiais.

No confronto, carros das equipes do Garra, grupo de elite da Polícia Civil, foram atingidos por disparos. Cinco criminosos foram baleados dentro de um dos utilitários, enquanto outros três foram mortos dentro do segundo carro. Outros dois suspeitos tentaram fugir correndo e foram atingidos na rua, fora dos veículos.

corpos-mortos

Fonte: G1

Médico dá soco na ex-sogra e é morto pelo filho de 17 anos na Bahia


medicod-1200x545_c

O médico Alexandre Pimenta foi morto pelo próprio filho de 17 anos na tarde deste sábado, dia 2 de setembro, no Condomínio Solares, no município de Esplanada (a 165 quilômetros de Salvador). O adolescente atirou contra o pai após ele ter desferido um soco na avó do jovem.

De acordo com o site Esplanada News, Alexandre teria ido fazer uma visita na casa da ex-esposa, com quem tinha se separado recentemente. Quando o médico chegou na residência, armado com um revólver calibre 32, encontrou a mãe da mulher e deu um soco o rosto dela.

Segundo o site, foi neste momento que o adolescente disparou contra o pai com um revólver calibre 38. O jovem, que não teve o nome revelado, foi apreendido e caminhado para a delegacia do município. A arma usada no crime ainda não foi localizada. (Da redação TN)

Para escapar de agressões, mulher mata o marido e depois se entrega à polícia


dhppd-1200x545_c

Uma mulher matou o marido na madrugada deste domingo, dia 3 de setembro, dentro da casa onde residiam. O crime ocorreu no bairro de Mata Escura, em Salvador. Após o crime, ela se entregou à polícia e disse que matou em legítima defesa.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), a suspeita teria dito  que o homem a agredia há algum tempo. Ambos não tiveram os nomes revelados.

Segundo o órgão, o caso não foi classificado como homicídio, já que a suspeita foi vítima de agressões por um tempo prolongado, mas sem especificar o tempo exato.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) conduzirá as investigações.(Informações: A Tarde)

Tomou todas, almoçou, agrediu a irmã e terminou preso pela PM de Itamaraju


almod-1200x545_c

Por volta das 12h45 deste sábado, dia 2 de setembro, após chamado através do telefone 190, uma guarnição da 43ª Companhia Independente da Polícia Militar de Itamaraju (CIPM), deslocou-se à Rua Pôr do Sol, no Bairro Novo Prado, região oeste da cidade, onde um homem, em visível estado de embriaguez, estava fazendo arruaças e ameaçando a própria irmã de morte.

Chegando ao local os militares ouviram a vítima, identificada como Edileuza Cancela dos Santos, que relatou ter sido agredida fisicamente e ameaçada de morte pelo próprio irmão, Ednaldo Cancela dos Santos, que furioso, precisou ser detido por outros familiares. A mulher disse que Ednaldo, após beber a manhã inteira, chegou em sua casa dizendo que estava com fome e após comer fartamente, do nada, começou a agredi-la com palavras de baixo calão.

Quando os policiais registravam a ocorrência o acusado chegou e em posse de uma ferramenta conhecida como cavadeira, começou novas agressões verbais, mas assim que avistou a guarnição, tentou fugir, tendo caído e sofrido escoriações na face.

Diante do flagrante o acusado Ednaldo Cancela dos Santos recebeu voz de prisão e como a cidade de Itamaraju continua sem plantão da Polícia Civil nos finais de semana, acabou sendo conduzido e apresentado à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, onde permanece custodiado à disposição da Justiça. (Por Ronildo Brito)    

Mulher briga com o companheira, cai em rua e morre atropelada por caminhão em Eunápolis


camid-1200x545_c

Uma mulher de 41 anos, moradora de rua, morreu nesta sexta-feira, dia 2 de setembro, ao cair debaixo de um caminhão após ser agredida e se desequilibrar durante uma briga com o companheiro dela, na Avenida Princesa Isabel, no bairro Pequi, em Eunápolis.

Informações levantadas pela Polícia Civil dão conta que o agressor bateu com uma bolsa na cabeça mulher, que acabou caindo na via, no exato momento em que passava um caminhão. O veículo atingiu a vítima, que morreu na hora.

De acordo com o delegado Marivaldo Felipe, que investiga o caso, após analisar as imagens de um circuito de câmeras existente no local, ficou clara a “fatalidade” e que o agressor não teve a intenção de que a mulher fosse atingida pelo veículo. Após o atropelamento, o homem saiu correndo, mas foi alcançado pela Polícia Militar, e preso. Ele foi autuado em flagrante por lesão corporal seguida de morte.

Em depoimento, o motorista do caminhão disse que não teve como evitar o acidente, pois quando a mulher se desequilibrou estava fora do campo de visão dele.

Polícia Militar fecha mais uma “boca de fumo” e apreende grande quantidade de drogas em Teixeira de Freitas


pinosd-1200x545_c

No início da tarde desta sexta-feira, dia 1º de setembro, policiais militares do PETO/ROTAM, guarnições especializadas da 87ª Companhia Independente de Teixeira de Freitas (CIPM), receberam uma informação do Serviço de Inteligência (SOInt), que uma residência localizada na Rua Canadá, Bairro Liberdade I, era usada para armazenar e comercializar drogas. Então os policiais do motopatrulhamento foram ao local, onde ao se aproximarem notaram que indivíduos evadiram-se pulando muros de casas vizinhas.

Diante da fuga os militares adentraram na residência onde realizaram buscas pelo imóvel. Foram encontrados 257 pinos de cocaína, 56 pedras de crack, 01 porção de cocaína, 01 balança de precisão e 01 caderno com anotações do controle do tráfico de drogas. Na residência os militares encontraram documentos de um suspeito, que está sendo procurado. Os militares apreenderam os materiais ilícitos e conduziram à sede da 8ª COORPIN, onde o caso foi registrado e apresentado ao delegado Júlio César Telles, de plantão nesta sexta-feira (01).

De acordo com informações, a apreensão resultou em um prejuízo de mais de R$ 9.000,00 para o tráfico de drogas, já que cada pino é vendido em média por R$ 50,00  e cada pedra por R$ 10,00. Mas como alguns pinos estavam com vazios e outros com pouca quantidade, a soma do prejuízo causado foi baseado nos pinos prontos para venda.

Logo em seguida o delegado Júlio Telles encaminhou o material apreendido para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde se juntou a outros já apreendidos, para posterior incineração. O caso foi repassado ao Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), que segue investigando para tentar identificar os donos do ponto de comercialização da drogas.