Carrinho de bebê ensanguentado é encontrado em cena de assassinato em Teixeira


IMG_0293

Um carrinho de bebê ensanguentado foi encontrado junto ao corpo de uma vítima de assassinato ocorrido no início da noite deste sábado, 5 de agosto, em Teixeira de Freitas. O crime foi o terceiro homicídio registrado na cidade em menos de 24 horas.

Alexandre Pereira Ivo, de 36 anos, foi morto a tiros em frente a um bar na Rua Jucilei Bem Vindo, também conhecido como “Rua do Pó”, no Monte Castelo.

Quando a Polícia chegou na cena do crime, encontrou o carrinho de bebê no local com marcas de sangue na lateral direita. Tudo indica que o carrinho estava bem próximo a vítima durante os disparos.

1-9-e1501972729687

Com prevalência da “Lei do Silêncio” ninguém soube explicar se havia um bebê dentro do carrinho, que aparentemente foi abandonado em meio aos tiros.

As únicas informações obtidas no local até o final da perícia, era de que Alexandre foi surpreendido pelo assassino que chegou ao estabelecimento e após pedir uma cerveja, realizou os disparos.

Em surto, jovem fere avô e mata avó a facadas e marteladas


csm_06082017wlsurto0850_5bf73855a2

Um jovem de 20 anos foi detido suspeito de matar a avó e ferir gravemente o avô dentro do apartamento em que moravam no bairro de Patamares, em Salvador. O crime aconteceu por volta das 17 horas de sábado, 5 de agosto, no prédio Terrazo Verona.

Kayure Delano de Vasconcelos Bezerra Lima atacou Rosana Maria de Vasconcelos Moreira Lima, 55 anos, enquanto ela dormia. O jovem desferiu golpes de faca e martelo contra a avó materna. A suspeita é que ele estivesse sofrendo um surto psicótico durante o crime.

Ao ouvir os gritos, o marido de Rosana, Francisco Moreira Lima Filho, 48 anos, que estava na sala do apartamento assistindo a uma partida de futebol, tentou socorrer a esposa, mas também foi gravemente ferido pelo rapaz. Logo após o crime, o jovem pulou da janela do apartamento em que morava, no 4º andar, mas foi socorrido por paramédicos e levado para o Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, onde segue custodiado.

Francisco foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde segue internado. Ele foi informado da morte da mulher na manhã deste domingo, 6, por amigos da família. De acordo com um antigo colega, que trabalhou com ele no Banco do Brasil, Francisco chorou muito ao saber da notícia e pediu que o neto fosse cuidado e protegido.

Ainda de acordo com este amigo, que não quis ser identificado, Kayure era considerado um rapaz tranquilo e nunca tinha apresentado comportamento violento contra os avós. “Me afastei da família porque Francisco acabou sendo transferido para um outro banco, mas o que eu posso falar desse período que eu estive com eles é que ele era um adolescente normal, como qualquer um outro. Isso nunca havia acontecido no meu ambiente de convívio, uma tragédia familiar, um caso realmente muito complicado“, disse.

Kayure é neto biológico de Rosana Maria de Vasconcelos Moreira Lima, que é natural da Paraíba. Desde criança, ele foi criado por ela e por Francisco, com quem era casada há anos. Francisco é natural do Maranhão. Eles moram em Salvador há três anos.

“Ele sempre demonstrou ser um cara muito apaixonado pelo rapaz e por toda a família. Ainda não temos explicações para isso, não sabemos o que estava passando pela cabeça do rapaz e nem se ele tinha envolvimento com drogas”, completou o amigo ao lembrar que Francisco costumava dizer para todos o quanto amava o neto, que considerava um filho.

O corpo de Rosana Maria deve permanecer no Instituto Médico Legal (IML) até a chegada dos familiares, que moram em outros estados.

Corpo encontrado em fábrica de blocos é identificado


76e58ba3-8dd1-4baa-8a95-6c5e433de9f3

Ao contrário do que foi divulgado inicialmente, a vítima encontrada morta no início da manhã deste domingo, 6 de agosto, no interior de uma fábrica de blocos próxima ao conjunto habitacional Italage, em Itamaraju completou a maioridade no dia 1º de julho.

O jovem foi identificado como, Jonilson Pereira da Silva de 18 anos. O corpo que estava enrolado em um lençol, apresentava perfurações, provavelmente feitas a facadas.

A Polícia Civil investiga o caso.

‘Cigano’ é encontrado morto próximo ao aterro sanitário em Teixeira


CYMERA_20170806_180636

Um homem foi encontrado morto no início da tarde deste domingo, 6 de agosto, em uma plantação de eucalipto próxima ao aterro sanitário em Teixeira de Freitas.

A Polícia foi informada que a vítima que sempre circulava em uma comunidade próxima ao local, dizia se chamar Alessandro, também conhecido como ‘Cigano’.

A vítima que tinha parentes no Ulisses Guimarães, apresentava diversos cortes na região do pescoço. O cabo da faca que teria sido utilizada no crime, além de um pedaço de madeira, foram encontrados pela Polícia.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e aguarda reconhecimento oficial dos familiares. O caso será investigado pelo Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT).

Bope liberta crianças mantidas reféns pelo padrasto


 Bope-liberta-crianças-mantidas-reféns-pelo-padrasto-2-696x326

Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar resgataram, no início da noite desta segunda-feira (31), dois adolescentes (11 e 14 anos) que vinham sendo mantidos reféns pelo padrasto, na cidade de Itaberaba (distante 264 km da capital).

Enildo Lourenço de Jesus, 25, que apresenta problemas psiquiátricos, surtou durante a manhã, agrediu a esposa, Ana Paula Santos Silva de Jesus, 32, que foi atendida e liberada e depois manteve os dois enteados em cárcere privado.

Os policiais do Bope explicaram que o principal objetivo da negociação era preservar a integridade física dos meninos. “A conversa foi evoluindo e tudo correu bem. O importante é que as crianças saíram sem ferimentos e conseguimos negociar a rendição do criminoso”, exaltou o capitão do Bope Luiz Henrique.

titular da 12ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Itaberaba), delegado Adolfo Nascimento, informou que Enildo será autuado por cárcere privado e lesão corporal.

Alcobacense é morta à facada no Espírito Santo


adriana-teixeira-morta-em-sao-gabriel-da-palha-696x348

O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (31), por volta das 22h30, na cidade de São Gabriel da Palha, no noroeste do estado do Espírito Santo.

Adriana Teixeira (36 anos) foi atingida por golpes de faca. Devido aos ferimentos, não resistiu. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro.

Jovens encontrados mortos em carro eram primos e moravam em Eunápolis


lio1

PORTO SEGURO: É dos primos Patrick Silva Pereira, de 19 anos, e Gustavo Terra Pereira, de 17, os corpos encontrados na manhã desta segunda-feira (13), no banco de trás de um carro que foi abandonado na localidade conhecida como Mata do Sapoti, em Porto Seguro. Segundo informações do delegado Valfredo Neto, os dois foram mortos a tiros. Gustavo ainda teve os olhos arrancados.

O delegado afirmou ainda que os dois eram de Eunápolis, mas estavam morando no Espirito Santo. “Há 15 dias eles voltaram à região, segundo familiares”, destacou Valfredo.  Ainda de acordo com o delegado, carro onde estavam os corpos não tem restrição de roubo. “O veículo não era das vítimas. Estamos apurando para ver de quem era”, frisou o delegado, salientando que as mortes podem ter relação com a disputa entre facções criminosas.

lio2

Valfredo destacou ainda que como o carro foi abandonado em uma área isolada, não foi possível apurar se o crime foi cometido no local e nem desde que horas o veículo estava ali. “Não tem nenhuma residência próxima ao local”, disse o delegado.

Um tio das vítimas, que esteve em Porto Seguro para fazer o reconhecimento dos corpos, informou que Patrick já havia sido apreendido pela polícia quando ainda era menor de idade. Os corpos dos primos foram encaminhados para o Instituto Médico de Porto Seguro e devem ser liberados até o fim da tarde. Enterro e velório devem acontecer em Eunápolis, informação ainda não confirmada pela família.  (Por: Redação)

Homem encontrado morto na BR-367 recebia ameaça desde assassinato de sobrinho


lo

EUNÁPOLIS: Foi identificado por familiares como sendo de Anderson Lima de Souza, de 29 anos, o corpo encontrado em uma plantação de banana, nas proximidades da BR-367, a 12 quilômetros do centro de Eunápolis, na manhã desta sexta-feira (28).

Segundo informações prestadas ao delegado Alberto Passos de Melo, Anderson estava desaparecido desde a tarde de quinta-feira (27), quando saiu do sítio da família, em Porto Seguro, dizendo que alguém iria busca-lo para encontrar com uma mulher. “Desde então, ele não foi mais visto”, informou o familiar. Anderson era tio de Tarcísio Lima Simões, 21 anos, assassinado em julho de 2016, juntamente com a namorada, em um bar na Rua Monte Pascoal, no bairro Santa Lúcia, em Eunápolis.

Segundo familiares, depois da morte de Tarcísio, Anderson teria passado a receber ameaças. A família informou ainda que a moto encontrada junto ao corpo, não pertencia à vítima. A polícia apurou que o veículo foi roubado em abril deste ano, por dois homens, um deles armado, Rua José Tertuliano, no Dinah Borges. O corpo de Anderson será levado para Porto Seguro, onde será enterrado.

Ele deixa três filhos menores. O caso é investigado. O Serviço de Investigação da Delegacia Territorial pede que quem tiver alguma informação sobre o crime pode entrar em contato pelo telefone (9090) 98196-3666. A ligação pode ser a cobrar e o cidadão não precisa se identificar.

Fonte: Radar64

PETO apreende arma e drogas após tiroteio que resoltou com um morto, em Itamaraju


Durante passagem pelo Bairro Vale do Jucuruçu em Itamaraju, durante esta quinta-feira (27/07), a Viatura do pelotão de Emprego Operacional Tático (PETO), avistou em frente a uma residência na Rua Padre Manoel de Nóbrega um casal em atitudes suspeitas e logo os militares avistaram um homem passando uma bolsa para uma mulher.

cats-drogas e tiros

Ao avistar a viatura, a mulher ainda não identificada correu deixando a bolsa na porta da residência, o homem correu para uma residência, desconfiados, os militares averiguaram a bolsa suspeita onde encontraram uma grande quantia de entorpecente.

A guarnição então adentrou na residência com o intuito de capturar o suspeito, mais o acusado deflagrou disparos contra os militares, foi feito o necessário revide pelos policiais que acabaram tendo o indivíduo alvejado.

O SAMU foi acionado mais a atendente informou que não havia ambulância disponível, também foi feito contato com o hospital em busca de ambulância mais sem êxito. Os militares então realizaram o socorro do acusado ao Hospital Municipal de Itamaraju (HMI) onde o mesmo teve ser óbito atestado pelo médico de plantão.

O acusado foi identificado como Joilson Cardoso Rodrigues que já possuía várias passagens por tráfico de drogas. Foram apreendidos 01 revólver marca Taurus calibre 38, 06 cartuchos sendo 02 deflagrados, 01 ‘’picotado’’ e 03 intactos, 1,650 Kg de crack e 01 balança de precisão.  Todo material apreendido foi encaminhado e apresentado na Delegacia da Polícia Civil.  (Por: Alexsandro Vieira)

Caso Butterfly: Acusado de matar o bailarino vai a júri popular quase 4 anos após o crime


baterd-1200x545_c

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), confirmou nesta quarta-feira, dia 26 de julho, por meio da assessoria de imprensa, o julgamento do mecânico Luan Santos Gonçalves, acusado pela morte do dançarino Daniel José de Oliveira Junior, conhecido como Lady Butterfly, crime ocorrido em 17 de novembro de 2013, na cidade de Porto Seguro. Daniel era dançarino da barraca Axé Moi, um complexo de lazer na orla norte da cidade. A vítima se apresentava travestido de mulher. Ele morava sozinho e não deixou filhos.

O acusado Luan está preso no Presídio de Eunápolis desde 20 de novembro de 2013, quando foi capturado na cidade de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. Ele se preparava para fugir em direção ao estado do Mato Grosso do Sul. Em depoimento ao delegado Élvio Brandão, responsável por investigar o caso, Luan contou ter matado Butterfly por legitime defesa, alegação contestada pela polícia, que desconfia de motivação passional.

O crime

O dançarino Daniel José de Oliveira Junior, o “Lady Butterfly”, segundo as investigações do delegado Élvio Brandão, estava em casa, no bairro de Taperapuã, no final da noite do dia 17 de novembro de 2013, quando foi esfaqueado no tórax por Luan. Mesmo ferida, a vítima conseguiu ir até a rua buscar socorro.

Ele chegou a ser levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante a madrugada do dia 18. Após esfaquear a vítima, o autor do crime roubou carro, celular e notebook do dançarino.

O fato levantou a suspeita de latrocínio, que foi descartada pela polícia durante as investigações. Luan chegou a confessar ter roubado os objetos para levantar dinheiro para a fuga.