Mulher é detida com mais de 13 quilos de drogas dentro de ônibus na BR 101


patd-1200x545_c

Uma mulher foi presa com uma bolsa cheia de drogas dentro de um ônibus intermunicipal na BR 101, em Viana-ES. A detenção e apreensão do material se deu graças a uma operação conjunta da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal, realizada na tarde desta segunda-feira (17).

Os policiais utilizaram cães farejadores para encontrar as drogas no ônibus. Uma das passageiras demonstrou nervosismo excessivo diante da ação policial e foi abordada. Inicialmente, ela informou que tinha passagem por tráfico de drogas, mas negou que a bolsa fosse dela. Após revistas, a mulher acabou assumindo que transportava cerca de 13 quilos de crack e 200 gramas de cocaína.

As equipes solicitaram as imagens que foram gravadas pelas câmeras internas do ônibus. No vídeo, é possível ver um homem entrando com a bolsa azul contendo a droga e uma sacola branca, e em seguida sobe com mais uma bolsa azul. Uma testemunha informou que a passageira chegou à rodoviária com um casal, que subiu com as bagagens, e logo após desceu, dizendo que estava tudo pronto para viajar.

A Acusada foi conduzida para a delegacia da região e autuada por tráfico de drogas. A polícia divulgou apenas as iniciais da traficante. (Informações: A Gazeta)

Reviravolta no caso de menor morto supostamente por bala perdida em Medeiros Neto


ruad-1200x545_c

A Polícia Civil acaba de informar a conclusão das investigações envolvendo a morte do menor Paulo Henrique Costa Santos, fato ocorrido na manhã do dia 13 de dezembro de 2016, por volta das 11h, na Rua Itália, Bairro Uldurico Pinto, em Medeiros Neto. Segundo o delegado William Telles, responsável pela equipe de investigação, o disparo fatal foi dado por outro menor, já com passagem na polícia.

A ocorrência registrada à época constava apenas que a vítima havia sido baleada quando brincava na rua, supostamente por bala perdida. Foi solicitado socorro por populares e quando o SAMU chegou, a vítima já estava  em óbito.

Após ser designado para responder pela Delegacia Territorial de Medeiros Neto (DT), em 30 de março de 2017 e solicitar ao cartório o inventário dos homicídios recentes sem autoria, o delegado Willian Telles diz que deu atenção especial ao caso, face à vítima ser menor de idade e a morte ter causado grande repercussão.

As investigações até então não haviam indicado suspeitos, pois acreditava-se tratar de um caso de bala perdida.

A partir daí as investigações se concentraram nos outros adolescentes que brincavam na rua com a vítima no momento em que Paulo Henrique foi  atingido, sendo que o nome de um dos menores chamou a atenção, pois no início do mês de abril deste ano, o referido foi encaminhado à Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas (DT), por membros do Conselho Tutelar, por supostamente ter entrado armado na escola.

O infrator, que até então levantava apenas suspeitas, foi encaminhado de volta  à Delegacia Territorial de Medeiros Neto (DT), junto com a mãe e conselheiros tutelares, oportunidade que confessou ter sido ele o autor do disparo que vitimou Paulo Henrique, tendo informado que havia furtado há alguns dias a arma de fogo da casa de um tio e a mostrava para o colega de brincadeira, quando ocorreu um disparo acidental, atingindo a vítima no região das costelas.

Outro menor, irmão do acusado, estava presente quando houve o disparo que vitimou Paulo Henrique e também confirmou todo o ocorrido. A arma já havia sido vendida, mas policiais da DT de Medeiros Neto conseguiram recuperá-la e apreendê-la.

“O procedimento está em fase de saneamento e aguardando apenas os laudos do Departamento de Polícia Técnica”, diz o delegado Willian Telles. Por enquanto o menor acusado continua apreendido à disposição do Ministério Público. A Polícia Civil segue com as investigações, objetivando esclarecer se o disparo fora mesmo acidental ou intencional. (Da redação TN)

PERDEU: STF declara Sport campeão brasileiro de 1987


Flamengo reivindicava o título do Campeonato Brasileiro

fla

BRASÍLIA – Não foi uma partida de futebol, mas, por três a um, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou o Sport campeão brasileiro de 1987. Para os torcedores, alguns presentes ao plenário, o julgamento foi tenso voto a voto, como se fosse mesmo uma final de campeonato. A maioria dos ministros da Primeira Turma da mais alta corte do país decidiu que é válida a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de 1987, que declarou o Sport Club do Recife vencedor do torneio, e a decisão judicial do ano seguinte, que confirmou o título.

A decisão foi tomada em um recurso apresentado pelo Flamengo reivindicando o título do Campeonato Brasileiro de 1987. O time recorreu da decisão judicial que proclamou o Sport dono do título. Alegou, ainda, que em 2011 a própria CBF estendeu o título ao time rubro-negro. O relator, ministro Marco Aurélio Mello, flamenguista declarado, votou contra o time do coração quando o julgamento começou, em agosto do ano passado. Argumentou que a declaração tardia da CBF não tinha validade, porque o Judiciário já tinha definido a questão antes da segunda decisão da entidade desportiva.

Nesta terça-feira, quando o tema voltou ao colegiado, ouvia-se em Brasília, nas proximidades do tribunal, fogos de artifício – não se sabe se vindos da torcida do clube carioca ou do recifense. Marco Aurélio foi logo anunciando que têm como toque do telefone celular o hino do flamengo, e que não gostaria de trocar o som depois do julgamento, a depender do resultado.

Luís Roberto Barroso, que também é flamenguista, votou pelo compartilhamento do título entre os dois clubes. Para ele, as duas decisões da CBF têm validade. Mas os ministros Alexandre de Moraes e Rosa Weber concordaram com o relator, encerrando a polêmica de três décadas – ao menos juridicamente. A decisão da Primeira Turma do STF ainda pode ser contestada no próprio colegiado, mas a chance de ser revertida é praticamente nula.

O campeonato de 1987 foi recheado de controvérsias desde o início. Naquele ano, a CBF não quis organizar o torneio. O extinto Clube dos Treze resolveu organizar a Copa União, reunindo os clubes mais bem colocados no ranking da Fifa no chamado módulo verde. Depois, a CBF resolveu organizar outro módulo, o amarelo, com outros clubes, que correspondiam à segunda divisão. E aprovou uma regra segundo a qual os dois primeiros colocados no módulo verde deveriam disputar o título com o vencedor do módulo amarelo, em um quadrangular.

O Flamengo, que tinha vencido o módulo do Clube dos 13, não aceitou a imposição da regra e, por isso, se recusou a disputar a fase quadrangular. A CBF, então, deu o título ao Sport, o vencedor do segundo módulo, que venceu o Guarani, o segundo colocado no primeiro módulo. A partida entre os dois times também foi controvertida: empatou e, nos pênaltis, empatou de novo. Os dois clubes saíram de campo e a CBF resolveu dar o título ao time recifense, considerando que ele tinha tido o melhor desempenho ao longo do campeonato, em comparação com o Guarani.

O julgamento no STF provocou paixões não apenas entre os torcedores, mas também entre os ministros – que, apesar da toga, quebraram o gelo do tradicional formalismo da corte. Rosa Weber, normalmente reservada, foi logo revelando seu amor colorado.

– Futebol é paixão. Eu entendo que o ideal é que as questões desportivas não fossem judicializadas. Se eu pudesse definir com o meu voto o campeão brasileiro de 1987 eu estaria declarando o Internacional, e não estaria com a tristeza na alma de estar na segunda divisão. A paixão futebolística nos reserva muitas alegrias e também muitas tristezas – lamentou a gaúcha.

Diante da declaração de Marco Aurélio que o Flamengo era a maior torcida do país, Alexandre de Moraes, corintiano, protestou:

– Fica aqui registrada minha divergência!

Ele também resolveu intervir quando Marco Aurélio e Barroso discutiam a questão já de forma prolongada:

– Se fosse um corintiano e um palmeirense, nós sairíamos daqui só amanhã – comentou.

De qualquer forma, ambos concordaram com o argumento de que a Justiça já tinha decidido a questão em caráter final, com decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de 1994, quando a CBF decidiu estender o título ao Flamengo. O único a insistir com o compartilhamento do título foi mesmo Barroso. Ele ponderou que o assunto teria que ser resolvido exclusivamente pela entidade desportiva, e não pelo Judiciário.

– Não é tapetão desportivo, nós estamos falando do tapetão do STF para decidir um título de um campeonato de futebol. Essa é uma decisão fundada em mérito desportivo, uma decisão técnica da CBF – argumentou, em vão.

O ministro Luiz Fux, que também integra a Primeira Turma, não participou do julgamento. Ele estava impedido – não pelas regras do futebol, mas pelo Código de Processo Civil. Isso porque o filho dele é advogado do Flamengo no processo. Ao fim do julgamento, com empolgação bem menor que a de um narrador esportivo, o presidente do colegiado, Marco Aurélio, declarou a vitória do Sport.

– Estou com a alma estilhaçada pela decisão desse turma, como milhões de brasileiros – declarou Barroso, rindo.

– Inclusive eu – emendou Marco Aurélio.

O Flamengo se manifestou anunciando que aguardará a publicação da decisão para avaliar se caberá novo recurso. Nas redes sociais, o clube publicou uma foto do time de 87, com o texto “Campeão Brasileiro de 1987”. Já o Sport fez festa em suas redes sociais.

 

“Ronaldão” suspeito de cometer 03 homicídios é assassinado á tiros, em Medeiros Neto


cats-RONALDÃO

Ronaldo Sá Porto, vulgo “Ronaldão”, 18 anos, foi executado á tiros na noite deste domingo, 16 de abril na Avenida Pastor Pacífico, bairro Uldurico Pinto em Medeiros Neto.
,Segundo informação, dois homens em uma motocicleta de cor preta se aproximaram de Ronaldo e um deles atirou várias vezes contra o jovem. Alvejado com mais de 04 tiros, Ronaldão morreu no local.

Testemunhas contaram que poucas horas antes aconteceu uma briga envolvendo dois irmãos de Ronaldão. O irmão mais velho identificado pelo nome de Derlei, tentou matar a facadas o outro irmão de nome Romário, vulgo Bagão, a policia está investigando se a morte de Ronaldão está ligada com a briga que aconteceu mais cedo envolvendo os irmãos. Derlei foi preso.

Ronaldo era suspeito de ter matado dois homens e uma mulher no bairro Uldurico Pinto, dois quando ainda era menor de idade e outro depois que completou 18 anos. O corpo será removido par ao IML de Teixeira de Freitas. A polícia vai investigar o crime.

(Neuza Brizola)

“Sardinha” é assassinado a tiros enquanto jogava damas em bar


sardinha-morto-barrolandia-face

Na tarde deste domingo (16), em Barrolândia distrito de Belmonte, por volta das 14h00, Ordiley Cândido da Silva de 27 anos, mais conhecido como “Sardinha” foi assassinado com dois tiros, enquanto joga damas em um bar.

Segundo as informações, o atirador chegou de surpresa pelas costas da vítima e deflagrou dois tiros que atingiram a cabeça do mesmo.

Sardinha teve morte imediata. Na hora da ação criminosa, as pessoas que estavam no bar, correram assustadas e não conseguiram identificar o atirador.  (Por: Tássio Loureiro)

CENAS FORTE: Mulher tem corpo partido ao meio em atropelamento, na BR-101


ATROPELO

No início da noite deste sábado (15), uma mulher identificada por Maria de Jesus, teve seu corpo partido ao meio, tendo morte imediata em um atropelamento na BR-101 nas imediações da cidade de Itagimirim.

Segundo as informações, Maria de Jesus foi visitar a nora que mora às margens da BR-101, e ao atravessar a pista para conversar com uma pessoa que estava do outro lado, acabou sendo atingida em cheio por um veículo.

Em seguida a vítima foi atropelada por outro veículo tendo seu corpo partido ao meio.

Maria de Jesus morava em Eunápolis e tinha poucos dias que estava morando em Itagimirim.

Os dois veículos envolvidos no acidente não pararam no local do acidente.

(Por: Tássio Loureiro)

TRISTE: Juiz é assassinado na frente do filho de 9 anos em Porto Alegre


RTEmagicC_JuizOst.jpg

Juiz Cláudio Roberto Ost foi morto na frente do filho quando saía da casa da namorada; principal suspeito do crime é ex-namorado da moça (Foto: Divulgação)

Cláudio Roberto Ost, de 50 anos, foi alvejado com cinco tiros quando saía da casa da namorada

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul investiga o assassinato de um juiz na manhã deste sábado (15), na zona sul de Porto Alegre. Cláudio Roberto Ost, de 50 anos, foi alvejado com cinco tiros quando saía da casa da namorada, uma jovem de 25 anos.

O suspeito, segundo a polícia, é um adolescente de 17 anos, ex-namorado da companheira de Ost. O juiz morreu no local, em frente ao filho de 9 anos de idade. O magistrado atuava na Justiça do Trabalho de Santa Rosa, cidade do noroeste gaúcho.

Conforme o delegado Daniel Mendelski, Ost havia chegado de viagem com a namorada, quando encontraram o ex-namorado dela dentro de sua casa, no bairro Jardim Vila Nova. Depois de uma discussão, o adolescente foi embora.

Mais tarde, porém, ao deixar o local, o juiz foi surpreendido e assassinado já na rua, quando entrava em seu carro. O suspeito possui passagem por tráfico e está sendo procurado. Ost era viúvo, deixa um filho de 9 e outro de 28 anos.

Ex-diretor diz que Geddel era ‘chorão’ ao pedir doações da Odebrecht Ex-diretor diz que Geddel era ‘chorão’ ao pedir doações da Odebrecht


geddeld-1200x545_c

Em depoimento de delação premiada, o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho contou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) era “chorão” ao pedir contribuições da empresa para campanhas eleitorais.

Ao relatar um suposto caso de pagamento de propina, Melo afirmou que ele reclamava para receber valores da empresa acima do combinado.

“Ele era um chorão […] Me perdoe até o termo, ele reclamava. ‘Não é possível que você não possa fazer nenhum esforço’”, disse o ex-executivo, reproduzindo conversa com Geddel. “E eu disse: ‘Ô senhor Geddel, o senhor participa da reunião, o senhor vai lá e fala com o presidente da empresa’”, completou (veja o depoimento completo no vídeo abaixo).

“Quem tem boca fala o que quer. No momento oportuno, meus advogados vão se pronunciar e mostrar que essas delações são ficção científica”, afirmou Geddel sobre as declarações do delator.

Claudio Melo contou que, em 2008, destinou a Geddel R$ 210 mil de um contrato da Odebrecht no Piauí para uma obra pública denominada “Tabuleiros Litorâneos da Parnaíba”. Na época, o baiano era ministro da Integração Nacional no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo Cláudio Melo, o dinheiro foi repassado por meio de caixa dois, de forma não declarada à Justiça, e foi usado em campanhas do PMDB na Bahia para as eleições municipais daquele ano.

O ex-executivo disse que tinha uma relação de amizade e chegou a presenteá-lo com um relógio de R$ 50 mil, pagos pela Odebrecht.

Também contou que, a seu pedido, Geddel apresentou uma vez uma emenda numa medida provisória de interesse da Odebrecht, na época em que era deputado. “Eu não fiz nenhum outro pedido a ele, mas tenho certeza que se fizesse ele atenderia”, disse Melo.

Numa planilha anexada à delação, Geddel aparece sob o codinome “Babel” como destinatário de “1.500”, valor possivelmente correspondente a R$ 1,5 milhão. Na lista de 53 políticos, ele foi o que mais recebeu recursos. (Informações: G1)

Cantora é mordida por aranha e aparece com buraco no rosto


aranhad-1200x545_c

A cantora estadunidense Meghan Linsey, que participou do programa musical The Voice, compartilhou no Instagram o drama de ter sido picada por uma aranha venenosa enquanto dormia. A mordida causou um buraco no rosto da artista.

Ela procurou ajuda médica e foi informada que se tratava de uma picada de aranha marrom, extremamente venenosa. A cantora mostrou na rede social o passo a passo de sua recuperação aos fãs. A ferida já se cicatrizou.

“No dia 12 de fevereiro, eu acordei com uma sensação estranha no meu rosto. Olhei e, em minha mão direita, estava uma aranha morta. De alguma forma, enquanto eu dormia, uma aranha me mordeu e eu a matei. Esse cenário está na minha lista de pesadelos. A dor estava ficando insuportável e eu sabia que, com certeza, a aranha era venenosa. Coloquei a aranha em um saquinho e fui para o hospital”, relatou.

Meghan explicou que sofreu diversos sintomas estranhos durante os nove dias de recuperação. “Tive uma dor excruciante no meu rosto, espasmos musculares, erupção cutânea, inchaço extremo. Foi bem complicado. Foi confirmado que eu fui mordida por uma aranha marrom, uma das duas mais venenosas dos Estados Unidos”, contou.

Segundo as atualizações de sua conta na rede social, a cantora está praticamente boa. O tratamento foi feito com uma câmara hiperbárica. “Definitivamente, acho que os tratamentos de câmara hiperbárica aceleraram dramaticamente o processo de cicatrização. Apenas esperando o último pedaço de preto (tecido morto) desmoronar para que a nova pele possa crescer e a ferida possa curar. Obrigado novamente pelas orações, palavras de encorajamento e amor!”, escreveu em uma das postagens. (A Tarde)

Duas carretas pegam fogo em rodovias no oeste baiano


IMAGEM_NOTICIA_5

Duas carretas pegaram fogo nesta sexta-feira (14) em rodovias do oeste baiano. Não houve feridos em nenhum dos casos, mas os veículos foram destruídos. Um dos incidentes foi registrado na BR-020, entre a cidade Luís Eduardo Magalhães e o distrito de Roda Velha. De acordo com a Polícia Militar, o motorista informou ter escutado um estouro no motor. Logo após estacionar o veículo no acostamento, as chamas tomaram conta do caminhão. As chamas apagaram naturalmente. Já o segundo caso aconteceu na BR-135, no município de São Desidério, quando um veículo que transportava soja pegou fogo. Um carro-pipa auxiliou na contenção das chamas.