Ladeira do Medo: Acidente na Ladeira do Tancredo deixa ciclista ferido e carro danificado


braso1

Teixeira de Freitas: No início da tarde desta segunda-feira, 03 de abril, mais um acidente foi registrado no início da Rua Macaúba, na conhecida ladeira do Bairro Tancredo Neves, no ligamento da Rua Macaúba com a João Amaro Gomes. Segundo informações, um homem que vinha descendo a ladeira no sentido feira de quarta para o Bairro Tancredo Neves, foi atingido em cheio por um veículo Fiat/Siena, de cor vermelha, placa policial JIY 5403, licenciado em Teixeira de Freitas.

Com o impacto do acidente o ciclista foi arremessado por alguns metros e sua bicicleta atingiu o carro, quebrando os vidros dianteiro e traseiro do veículo. O SAMU e o Corpo de Bombeiros foram acionados e estiveram no local, onde realizaram os procedimentos de primeiros socorros na vítima, que foi identificada inicialmente pelo prenome de Genivaldo. A Polícia Militar esteve no local, onde registrou o acidente e auxiliou no socorro à vítima que foi encaminhada em estado grave ao HMTF.

braso2

Nossa equipe esteve no hospital, e segundo informações, a vítima segue em atendimento de urgência, e um raio-X irá indicar se ele sofreu lesões ou fraturas graves. O motorista não sofreu nenhum ferimento. No local, onde aconteceu o acidente desta segunda-feira, diariamente acontecem acidentes, e segundo constatamos, a falta de sinalização, e a construção de uma lombada, na descida da feira de quarta, são fatores que contribuem para os acidentes.

O local trata-se de uma tríplice ladeira, existindo ainda uma quarta ladeira, de menor movimento, tornando-se zona de extremo perigo. A Polícia Militar alerta para que os motoristas, motociclistas, ciclistas e até mesmo pedestres, tenham maior atenção e cuidado ao transitarem pelo local, que vem sendo chamado de “Ladeira do Medo”. O acidente será registrado na Delegacia de Polícia Civil. O veículo e a bicicleta serão levados para o pátio da DP e o caso será apresentado ao delegado plantonista, que investigará as circunstâncias e responsabilidades do acidente.

Por: Rafael Vedra/Liberdadenews

R$ 350 milhões: Minas Gerais tem o prefeito mais rico do Brasil


betimd-1200x545_c

O empresário Vittorio Medioli se empoleira no banco de trás de um Fiat Palio Weekend 2009 e fala animado. Com 150.000 quilômetros rodados e avaliado em pouco menos de R$ 30 mil, o carrinho verde chacoalha quando passa pelas lombadas de Betim, em Minas Gerais, a caminho do parque ecológico Vale Verde, onde fica um restaurante simples onde Medioli costuma almoçar.

A blindagem do velho Weekend é o único luxo. “Eu acho que quando se pode entrar em uma concessionária e comprá-la inteira com um cheque, ostentar não faz sentido”, diz.

Vittorio, espremido entre a mulher Laura e uma assessora, eleito para comandar Betim pela primeira vez em outubro. De acordo com a declaração feita para a Justiça Eleitoral, sua fortuna é de pouco mais de R$ 350 milhões, quase o dobro dos 180 milhões declarados pelo badalado prefeito de São Paulo, João Doria.

Ele é dono do Grupo Sada, uma companhia de logística que investiu em setores como siderurgia, biocombustíveis, editorial, concessionárias de automóveis e até em um time de vôlei. No ano passado, o Sada faturou R$ 3 bilhões.

O Vale Verde produz, entre outras coisas, uma das mais premiadas cachaças do Brasil, mas, desde 1994, Vittorio não coloca uma gota de álcool na boca. Naquele ano, descobriu ser portador de hepatite C, que resultou numa cirrose e degenerou seu fígado.

Em junho de 2011, foi internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, de onde só saiu seis meses depois, pesando 43 quilos e com um fígado transplantado. Ao todo, morou um ano e meio em São Paulo durante seu tratamento.

Chegou a repassar para suas filhas, Marina Medioli, na época com 22 anos, e Daniela Medioli, com 21, as instruções para o futuro das empresas. Foi dentro do Einstein que o ex-deputado federal por quatro legislaturas (esteve na Câmara entre 91 e 2006) decidiu que queria voltar para a política. Cinco anos depois, foi eleito prefeito de Betim pelo pequeno PHS numa coligação de 15 partidos, com aliados que vão do PSDB ao PC do B.

O Doria de Minas?

Seja pela riqueza ou pelo histórico como empresário, Medioli vem sendo comparado ao prefeito de São Paulo, João Doria, o que não o deixa exatamente feliz. Medioli também não recebe salário, mas critica a maneira como Doria divulga suas ações. “Não faço proselitismo. Poderia fazer uma cerimônia para dar um cheque para uma entidade, mas isso não é inteligente”, diz.

Nas contas do prefeito mineiro, deixar o dinheiro no caixa da prefeitura dobra o valor economizado, já que não são descontados impostos e outras contribuições.

Assim como Doria, o prefeito de Betim tenta levar um pouco da agilidade da gestão empresarial para a prefeitura, mas esbarra nas especificidades do setor público.

Quando assumiu, uma das Unidades de Pronto Atendimento tinha apenas três de 33 medicamentos que deveriam ser distribuídos para os pacientes. O processo para compra seria moroso e levaria, ao menos, algumas semanas. Medioli fez um cheque e pagou do próprio bolso os remédios. A história, que não é pública, não teve parecer da procuradoria do município.

Entre os políticos, não e só Doria que o prefeito de Betim critica. Dos seus tempos de Brasília, um dos únicos poupados é Fernando Henrique Cardoso, “uma pessoa inteligente e ética”.

Mesmo crítico ao PT, atualmente é próximo do governador de Minas, Fernando Pimentel, investigado pela Lava-Jato e denunciado pela Acrônimo, acusado de receber pelo menos R$ 20 milhões em propinas. “Tenho uma relação ótima. Me manda WhatsApp direto”, diz. Interlocutores petistas confirmam.

A maior mágoa sobra para seu ex-partido, o PSDB. O prestígio entre os tucanos não cresceu na mesma proporção de seus votos no estado, o que o fez mudar para o PV em 2005. Em 1989, ele escolheu se filiar aos sociais-democratas porque achava que eles tinham um padrão parecido com a esquerda europeia, com a qual se identifica. Decepcionou-se.

Dos ex-correligionários, o mais criticado é o senador e ex-governador do estado, Aécio Neves. “Ajudei-o muito mais do que ele me ajudou. Acreditei que faríamos algo diferente por Minas, mas foi só teatro”.

Um italiano no Brasil

Como prefeito de Betim, Medioli senta na sala mais distante da entrada da prefeitura, impondo uma longa caminhada a quem chega para encontrá-lo. A prefeitura fica na antiga fábrica da Cerâmica Saffran, que foi remodelada durante o governo do PT (2009-2012), com passarelas de metal pintadas de verde e amarelo, mas continua barulhenta como se ali ainda funcionassem fornos para queimar barro.

Vozes, buzinas e até o barulho do trem que corta a cidade são presentes no ambiente de trabalho. A mesa, trazida de sua sala na Sada, fica praticamente vazia, assim como o gabinete, feito de antigas divisórias de Eucatex.

Nascido em Parma, na Itália, em uma rica família dona de moinhos de farinha, Medioli veio para o Brasil em 1976 a convite da Fiat. A montadora italiana ia começar a operar sua primeira fábrica por aqui e queria trazer fornecedores de confiança de seu país de origem. A Sada era uma pequena empresa de transportes que prestava serviço de logística para outros fornecedores da Fiat na Itália e veio na esteira.

Vittorio, então com 24 anos, havia cursado Filosofia e Direito e nunca se formara, foi convocado pela família a explorar novas terras. A transportadora se instalou na região de Betim. Pouco depois, a família desistiu de investir no país e Medioli ficou sozinho.

A Sada foi crescendo lentamente, junto com a Fiat. A fábrica da montadora em Betim, que nasceu para fazer 200.000 veículos ao ano, chegou a produzir mais de 800.000, tornando-se a segunda maior fábrica de automóveis do mundo, atrás apenas de uma planta da Hyundai, na Coréia do Sul. Medioli estava na hora certa, no local correto.

Além de se tornar responsável pela logística de todos os carros que saem de fábricas da Fiat no país, a Sada começou a prestar serviço para outras montadoras, principalmente no ABC paulista. Medioli chegou a ter 55% do mercado da logística de automóveis no Brasil e encerrou 2016 com 44% de participação.

O faturamento total do grupo chegou a R$ 4,2 bilhões em 2013, com mais de 9.000 funcionários. Mas a crise não atingiu só a prefeitura e, em 2016, a receita caiu para pouco menos de 3 bilhões, enquanto o número de funcionários foi a 7.400.

Nem o momento delicado fez Vittorio desistir da prefeitura. “Para a família, ele negou que ia se candidatar enquanto podia, mas a gente sabia que era a vontade dele”, diz a filha Daniela, hoje diretora-executiva do grupo. Com a ida de Vittorio para a prefeitura, as filhas Marina e Daniela passaram a comandar os negócios.

O crescimento fez a companhia se expandir para outros setores, de siderurgia a um grupo editorial – comandado pela mulher, Laura Medioli. A empreitada nasceu de uma vontade de Laura, que fazia um jornalzinho gratuito para distribuição no projeto social que tocava. Em 1996, Medioli comprou o O Tempo, que então era um pequeno jornal de circulação somente em Betim, e deu para a esposa como presente de aniversário de casamento.

Agora mais recente o milionário está investindo numa emissora de rádio (Super Notícias), com o objetivo de concorrer com a poderosa Itatiaia. (Informações: Exame)

Polícia Civil de Itamaraju prende “Galego”, um dos acusados de matar “Prosa”


prosad-1200x545_c

A polícia Civil de Itamaraju, que é comandada atualmente pela delegada Rosângela Santos, cumpriu mandado de prisão nesta sexta-feira, dia 31 de março, em desfavor de Erlande Jesus de Oliveira, o “Galego”,  um dos autores do homicídio ocorrido no dia 17 de fevereiro, que teve como vítima Fabiano Oliveira dos Santos, o “Prosa”, crime ocorrido numa área de mato nos arredores do Bairro Novo Prado, na região oeste da cidade.

Segundo a polícia, Erlande  é parceiro de Joanderson Brito de Jesus, o “Nego Jó”, homicida que está foragido da Justiça. Após ser preso o acusado foi encaminhado à carceragem da Delegacia da Polícia Civil de Itamaraju (DEPOL), onde permanece à disposição da Justiça.

Pra prender Erlande Jesus de Oliveira, o “Galego”, os investigadores realizaram incursões nos bairros Novo Prado e Liberdade, além do Assentamento Santo Agostinho, interior do município. Ainda existem mandados para serem cumpridos e outras investigações, segundo a delegada Rosângela Santos, ainda estão em curso. Os mandados foram expedidos pelo juiz Heitor Awi Machado de Attayde, titular da Vara Crime de Itamaraju. (Da redação TN)

Mulher é presa após matar marido com facada no peito


maridod-1200x545_c

Pábola Fernanda Lisbôa Lobo, de 37 anos, foi presa em flagrante na noite desta quinta-feira, 30, após esfaquear o marido Luciano Silva de Jesus, 38, no bairro de Parque São Cristóvão, em Salvador. Segundo a Polícia Civil, o crime teria sido motivado após uma discussão entre o casal na residência.

Pábola, que possuía um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas desde 2014, alegou que o companheiro a agrediu e, por isso, ao tentar se defender acabou atingindo Luciano no peito com uma faca. Ela teria pedido ajuda aos vizinhos, mas Luciano já havia morrido.

Em depoimento no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Pábola, que está à disposição da Justiça, contou que ela e o  marido haviam feito uso de drogas e bebidas alcoólicas ao longo do dia. A faca utilizada no crime seguiu para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). (Informações: A Tarde)

Vigilância Sanitária e CIPPA fecham Rondelli em Santa Cruz Cabrália


rondelli-1200x545_c

Atendendo uma determinação do Ministério Público de fiscalizar, apreender e até fechar estabelecimentos para que melhorem as condições de atendimento, acondicionamento de frios e higiene. A Companhia Independente de Policiamento Ambiental (CIPPA) e a Vigilância Sanitária, fecharam na manhã desta quarta-feira (29), o Rondelli Supermercados de Santa Cruz Cabrália.

Segundo informações, foram apreendidas linguiças, carnes e queijos que estavam em condições impróprias para o consumo. O gerente Alércio Rondelli, foi levado à Delegacia para prestar depoimento. A direção da rede varejista ainda não divulgou nenhuma informação acerca do fechamento. (Informações: Na Mídia News)

Cobra de 7 metros engole homem inteiro na Indonésia


blog_python_kyn5lun

Moradores de um vilarejo em Sulawesi (Indonésia) ficaram estarrecidos quando uma píton de 7 metros de comprimento teve a barriga aberta na última segunda (27/3).

Dentro dela estava o corpo de Akbar Salubiro, que estava desaparecido desde a noite de domingo (26/3).

O cadáver do agricultor ainda estava com as botas. Akbar havia sumido quando trabalhava na colheita de palmito na região. Vizinhos desconfiaram de uma píton que vagava pelos arredores e a caçaram. E então fizeram a descoberta estarrecedora.

 

 

Vídeo: mulher furta carteira de cliente dentro de loja


Imagens de uma câmera de videomonitoramento mostram a ação ousada de uma mulher dentro de uma loja. Ela percebe que uma cliente está com a bolsa aberta e se aproxima como quem está pegando um produto na prateleira, mas se aproveita para furtar a carteira.

Ainda não há informações se a mulher foi identificada.

Veja a ação:

Irmãos que ajudaram a matar Alana se entregam à polícia


lop

Os irmãos Paulo César Santos de Jesus, de 20 anos e Ismael Santos de Jesus, de 18, acusados de participação do assassinato da adolescente Alana Ribeiro dos Santos, 16 anos, se apresentaram à delegacia de polícia de Eunápolis, acompanhados de um advogado, no fim da manhã desta terça-feira (28). Paulo e Ismael foram apontados pelo outro acusado, Bruno Almeida, 19 anos, preso na segunda-feira, como coautores do crime.

Os acusados e a vítima eram amigos, estudaram na mesma escola e moravam no mesmo bairro, o Vila Olímpica. Alana, que tinha um relacionamento com Bruno, disse ao jovem que estaria grávida, fato que acabou determinando a sua morte.  Paulo declarou que Bruno o convidou e a Ismael para irem até o local onde Alana foi morta, próximo a uma lagoa entre os bairros Stela Reis e Ariosvaldo Reis. “Eu e o Ismael estávamos lá quando Bruno chegou com a Alana. Os dois começaram a discutir e o Bruno tentou agredi-la com uma faca”, relatou Paulo, afirmando ainda que a jovem acabou sendo espancada por ele e por Bruno e que Ismael ficou apenas olhando.

O trio utilizou uma faca e uma estaca de madeira para espancar a jovem. As armas do crime foram localizadas pelos investigadores da Policia Civil numa lagoa próxima ao local onde o corpo de Alana foi encontrado. “Os acusados apontaram onde as armas haviam sido deixadas após o crime”, revelou o novo delegado titular da 1ª Delegacia Territorial, Bernardo Pacheco, que também participou das investigações. “Inicialmente eles tentaram agredir a jovem com uma faca e depois Bruno e Paulo se intercalaram agredindo Alana com a estaca de madeira.

Ismael teria ficado responsável pela segurança da área”, relatou o delegado Moisés Damasceno, coordenador da 23ª Coorpin, com base nos depoimentos dos acusados. Bruno, Paulo e Ismael foram autuados por homicídio qualificado por motivo torpe. Inicialmente os três ficarão custodiados na Delegacia de Eunápolis, até a justiça determinar a transferência para o Presídio. De acordo com a policia, Ismael já tinha passagem por porte de arma quando ainda era menor de idade.

Fonte: Radar64

Vídeo: Moradores convivem com lixão e fumaça tóxica em Jucuruçu


Não precisa ser especialista pra saber que a fumaça proveniente da queima do lixo, com grande concentração de gases, é tóxica e pode provocar doenças.

É dessa maneira que vivem os moradores do Bairro Cachoeira, um novo loteamento que está surgindo em Jucuruçu, onde os habitantes têm que conviver com o mau cheiro, animais diversos, abutres e a fumaça da queima do material.

Ninguém sabe ao certo quem seriam as pessoas que ateariam fogo no lixo, apesar de haver a desconfiança que seja o próprio pessoal da coleta, que é ligado à Prefeitura.

Em um vídeo enviado ao Teixeira News pelo WhatsApp (73) 9 9917-7501, um morador e internauta do site, denuncia a situação e pede providências.

Jucuruçu, a exemplo da grande maioria das cidades menores da região, ainda não se adequou à legislação, que prevê destinação correta para os resíduos que cada município produz. Aqueles que não possuem recursos financeiros para construção de aterros sanitários, devem participar de consórcios ou adotarem medidas mais baratas, como valas compartilhadas, também chamadas de aterros em valas. (Por Ronildo Brito)

Delegado Jorge Nascimento se envolve em grave acidente automobilístico após cumprir plantão na 8ª Coorpin


jorged-1200x545_c

Na tarde desta segunda-feira, dia 27 de março, por volta das 14h, o delegado Jorge Nascimento, titular de Itanhém, trafegava pela rodovia BA-290, na região de Santa Luzia do Norte, lugar conhecido como Patioba, retornando do plantão regional que teve de cumprir no fim de semana na sede da 8ª Coopin de Teixeira de Freitas, quando perdeu o controle da direção, o veículo saiu da pista e despencou numa ribanceira de aproximadamente 200 metros.

O Fiat Palio, de cor branca, ficou destruído  e a hipótese mais provável é que ele tenha dormido ao volante. Minutos antes do capotamento outros motoristas teriam presenciado Nascimento dirigindo em zig zag, mas essa hipótese ainda está sendo investigada.

Pouco tempo depois do acidente o delegado Jorge Nascimento, que está prestes a aposentar-se, foi socorrido por uma equipe do SAMU até o Hospital Municipal de Medeiros Neto, onde recebeu atendimento médico. Ele queixava-se de dores lombares e no tórax, além de apresentar escoriações pelo corpo, inclusive face. Acredita-se que Nascimento tenha sido arremessado ou pulado do veículo no meio do acidente.

Após exame de Raio-X a equipe médica constatou fratura em algumas costelas e por isso, indicou sua transferência ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF). O seu estado de saúde foi considerado estável, apesar de requerer muita atenção, principalmente pelo risco de hemorragia interna. (Por Ronildo Brito)