stado Islâmico executa 29 cristãos que se recusaram a negar a fé em Jesus em troca de suas vidas


estado-islamico-executa-cristaos-copta-egito

Um grupo de dez militantes do Estado Islâmico atacarou um ônibus que transportava cristãos copta na última sexta-feira, 26 de maio, e os executaram após sua recusa em negar a Jesus.

O relato desse momento de massacre foi feito por um padre capelão que tem aconselhado sobreviventes do ataque produziu um artigo para o portal Breitbart News e revelou que as 29 vítimas fatais estavam a caminho do mosteiro de São Samuel, o Confessor, quando foram assassinados.

De acordo com o relato do padre, os extremistas obrigaram a todos os ocupantes do ônibus a descerem e questionaram se eram cristãos, incluindo mulheres e crianças. Os cristãos “foram ordenados a renunciar à sua fé e professar crença no islã”, disse o padre. “Mas todos – até mesmo as crianças – se recusaram a acatar a ordem e cada um foi morto a sangue frio com um tiro na cabeça ou na garganta”, acrescentou.

O atentado aconteceu no dia que marca o início do mês do ramadã, um ritual islâmico de abstinência e preces. A imprensa mundial trata o massacre como mais uma ferida devastadora para os cristãos copta no Egito, já que aconteceu na sequência de outro maior, quando 46 pessoas foram mortas por uma bomba que explodiu em uma igreja cheia, na celebração do Domingo de Ramos, semana que antecedia a Páscoa.

Em 2015, o Estado Islâmico matou 21 cristãos copta em uma praia da Líbia, e gravou a execução em vídeo, dizendo que aquela era uma mensagem para a “nação da cruz”, assinada com sangue dos mártires.

Repercussão

O presidente do Egito, Abdel Fattah el-Sisi, se manifestou afirmando que as autoridades estão à caça dos autores do atentado, para prendê-los e puni-los, e reuniu um conselho de segurança para tratar da situação, de acordo com informações da CNN.

No entanto, a direção da Igreja Copta advertiu que apesar dos esforços do governo, o Estado Islâmico continua tirando vidas e “prejudicando a imagem do Egito, causando muita dor aos egípcios”.

Donald Trump se manifestou de imediato após a notícia do ataque e condenou a “matança implacável de cristãos no Egito”, extremismo que segundo ele , “causa choro em nossos corações e chora nossas almas”.

“Onde quer que o sangue inocente seja derramado, uma ferida é infligida à humanidade”, disse o presidente dos Estados Unidos. “Mas este ataque também acelera nossa determinação em unir as nações pelo justo propósito de esmagar as organizações maléficas do terror e expor sua ideologia depravada, retorcida e intolerante”, acrescentou, reiterando sua promessa de combater o grupo terrorista.

onibus-estado-islamico-cristaos-copta-egito

Prefeito faz enquete para decidir se faz festa de São João ou compra ambulância


enquete-sobre-festa-e-ambulancia

Uma enquete para saber se a população de São Bento, no Sertão da Paraíba, prefere a realização de uma festa de São João ou a compra de uma ambulância está sendo realizada no site oficial da prefeitura da cidade. Até as 12h30 desta quarta-feira (31), o placar estava pendendo para a realização da festa, com 417 votos, enquanto outros 412 votos eram para a compra da ambulância.

A enquete com a pergunta “O prefeito quer saber: com relação ao ‘Arraiá Balança a Rede’, o que você prefere?” e os votantes podem escolher uma das duas opções ou votar ‘não sabe/não opinou’. De acordo com o próprio prefeito da cidade, Jarques Lúcio (DEM), a consulta online vai seguir aberta até o sábado (3).

O prefeito diz que tem R$ 100 mil disponíveis, mas a aplicação depende da vontade da população. O valor é referente ao custo de três dias de festas, mas também seria suficiente para comprar o equipamento. O valor também permitiria a compra de três veículos para atuar no transporte de pacientes de hemodiálise e fisioterapia.

“Tem havido muita discussão, então achei essa uma forma interessante de delegar à população a decisão final sobre o assunto”, ressaltou o gestor. Para ele, só vale gastar o valor na festa se for com a concordância da população, já que a prefeitura só conta com recursos próprios para isso. “É uma forma democrática de decidir e poderemos utilizá-la mais vezes no futuro”, avalia

Informativo: Coleta de lixo no Centro da cidade será Noturna a partir do dia 5 de Junho.


lixo

A empresa responsável pela coleta de lixo na cidade de Prado, avisa a todos os moradores do Centro da cidade que a partir da Próxima Segunda Feira dia 5 de Junho, a Coleta de lixo será apenas Noturna.

Segundo o coordenador responsável pela coleta de lixo na cidade Alex Almeida, a coleta Diurna será apenas comercial como: Restaurantes, Supermercados, Barracas de Praia onde o volume de lixo é maior.

Fique atendo e colabore com a limpeza Pública.

 

Médicos retiram mandioca de 40 cm de homem que a usou como brinquedo erótico em Itamaraju


5107606_x720

Um paciente, que não foi identificado para preservar sua imagem, foi hospitalizado neste final de semana em Itamaraju, depois de usar uma mandioca como brinquedo sexual.

De acordo com informações, o paciente que é morador do Bairro Novo Prado, deu entrada na unidade hospitalar da cidade, após ter introduzido no ânus uma mandioca, com espessura de 10 cm centímetros e comprimento aproximado de 40 cm.

Ainda segundo informações,a cirurgia de remoção dos pedaços da raiz foi realizada por cirurgiões do Hospital Municipal de Itamaraju durante a madrugada desta segunda-feira (30).O paciente passa bem e se recupera das lesões e da cirurgia.

Com informações do Itamaraju Notícias

Prado: Agentes de endemias realizam mutirão contra mosquito Aedes aegypti em Cumuruxatiba


2ef5d2cb-a39c-4ec9-82b4-716f0ddb17bf

A guerra contra o mosquito continua. Nesta terça-feira (30) os agentes de endemias de Prado visitaram o Distrito de Cumruxatiba orientando os moradores e inspecionando os ambientes no combate a Dengue, Zika vírus e Chikungunya.

4f0b439d-1b7e-41b8-857e-012e8ab4be88

De acordo com a Secretaria de Saúde, o objetivo da ação é orientar a população sobre os cuidados necessários para evitar possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, além de informar a população sobre as doenças que o mosquito pode transmitir e as medidas de prevenção.

37e44dea-6758-479a-96d9-8c6f5fdde1b3

“É importante salientar que a proliferação do mosquito Aedes Aegypti só é possível desde que haja condições para a sobrevivência das suas larvas, que é a água parada. A colaboração da população é indispensável para a remoção dos focos”, explicou o secretário de Saúde, Luciano Mota.

A prevenção é a única arma contra a doença.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Barraca de praia é demolida na orla norte de Porto Seguro


barraca

Foto: Tv Santa Cruz

Após determinação judicial, a barraca Águia Dourada localizada na praia de Mundaí, orla norte de Porto Seguro, foi demolida na tarde desta segunda-feira, 29 de maio.

A Justiça determinou a desocupação da área por entender que o espaço pertence à Marinha do Brasil e é de preservação ambiental.

A prefeitura e o dono do estabelecimento, Milton Ramos, foram notificados na segunda-feira, 22, e a demolição seria realizada cinco dias depois.

Segundo informações, Milton morava no local, e com a demolição acabou ficando desabrigado, tendo que guardar seus móveis no quintal da casa de um amigo, até que ele tenha um novo lugar para morar.

De acordo com a prefeitura, Milton será cadastrado em um projeto de aluguel social, mas ainda sem prazo para o cadastramento.

Jovem desenterra irmão e anda de bicicleta pelas ruas com caixão


Screenshot_20170529-214752

Um jovem de 29 anos foi preso na cidade de Prata (MG) na noite deste domingo (28) depois de ir ao Cemitério Municipal, desenterrar o irmão que morreu há quase um ano e andar com o caixão sobre uma bicicleta por vias da cidade.

Um dos responsáveis pela administração do Cemitério Municipal, Bruno Gonçalves, informou que o local é fechado por volta das 18h e o vigilante vai embora, deixando as luzes acesas. “Ele pulou o muro e sozinho conseguiu retirar a tampa do túmulo. Há muitas casas nas proximidades e moradores que têm o costume de sentar na calçada, mas ninguém o viu saindo. É algo que a gente nunca imagina que aconteceria em Prata, que é uma cidade muito tranquila”, disse.

65% dos brasileiros não possuem reserva financeira.


855d31208ef1f9f14694265adc62b4d242f57289

Em março, 76% não conseguiram guardar dinheiro. Entre os poupadores, média geral reservada foi de R$ 502. Apenas 14% dos que poupam pensam na aposentadoria

O Indicador de Reserva Financeira, calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito(SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que 65% dos brasileiros não possuem reserva financeira. Em março, 76% dos consumidores não conseguiram poupar, contra 19% que conseguiram guardar dinheiro.

Observando os dados por classe de renda, a proporção de poupadores foi maior nas classes A e B do que nas classes C, D e E. No primeiro caso, 37% pouparam, ante 60% que não pouparam. Já entre aqueles com menor renda, 13% pouparam, ante 80% que não reservaram nenhuma quantia. Apesar da diferença, em ambas as classes a maioria não poupou em março.

Para a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o baixo número de poupadores tem relação direta com a crise econômica, que potencializa a falta de cultura de poupar. “O desafio de boa parte das famílias é superar a queda da renda decorrente do aumento do desemprego e do avanço recente da inflação, que corroeu o poder de compra do consumidor.”

Em média, aqueles que conseguiram poupar guardaram R$ 502 em março – um total de R$ 14,2 bilhões poupados no mês.

64% dos que poupam escolhem a poupança como destino da reserva financeira

O indicador ainda mostra que, em março, entre aqueles que possuem reserva financeira, mais da metade (55%) fizeram uso dos recursos poupados. Os principais motivos foram o pagamento de contas da casa (13%), imprevistos (11%), despesas extras (9%), viajar (4%) e comprar uma casa ou apartamento (4%).

Considerando o destino dos rendimentos, 64% escolhem a caderneta de poupança. Em segundo lugar, 20% dos entrevistados decidem manter o dinheiro guardado na própria casa. Em seguida, aparecem os fundos de investimento (10%); a Previdência Privada (7%); o CDB (6%); e o Tesouro Direto (4%).

Segundo a economista, a escolha da modalidade deve sempre levar em conta o propósito da reserva. “Se o objetivo é de longo prazo, o poupador deve buscar o melhor rendimento. Essa busca implica, muitas vezes, disciplina e um esforço de pesquisa dos melhores tipos de investimentos existentes mas pode levar a escolhas melhores. Já se o objetivo é constituir uma reserva contra imprevistos, será mais conveniente optar por um investimento com maior liquidez, isto é, mais facilidade de saque, como a poupança e os CDBs sem carência, por exemplo”, analisa Kawauti.

Apenas 14% poupam pensando na aposentadoria

Entre os consumidores que não pouparam em março, a principal justificativa foi a renda baixa, mencionada por 44% dos entrevistados. Os imprevistos também se destacaram, citados por 16% e outros 13% disseram estar sem renda no momento. Além destes motivos, 9% citaram o fato de não conseguirem controlar os gastos e 6% a falta de disciplina.

“Se o consumidor ganha pouco, não é preciso guardar muito. O importante é criar o hábito de poupar. É isso que faz toda a diferença, pois afasta o mau hábito de gastar além do orçamento e constitui uma reserva financeira contra imprevistos”, diz Marcela Kawauti.

Já entre os entrevistados que conseguiram poupar, a maior parte (37%) se diz motivada por imprevistos como doenças, mortes e problemas diversos. Há também 31% que falam em garantir um futuro melhor para a família e 22% que pretendem reformar ou quitar um imóvel. A preocupação com a aposentadoria não é algo que se destaca, citada somente por 14% dos que pouparam.

“Há uma priorização da realização dos planos de consumo na comparação com o preparo para a aposentadoria, mas não se deve negligenciar esse último objetivo: a boa prática financeira recomenda que se faça uma reserva para imprevistos, incluindo aí a contingência do desemprego, para a realização de sonho de consumo e outra para o longo prazo, para a aposentadoria”, conclui Kawauti.

Metodologia

O indicador calcula a poupança do brasileiro baseada no dinheiro guardado no mês anterior a pesquisa. A pesquisa abrangeu 12 capitais das cinco regiões brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Salvador, Fortaleza, Brasília, Goiânia, Manaus e Belém. Juntas, essas cidades somam aproximadamente 80% da população residente nas capitais. A amostra, de 800 casos, foi composta por pessoas com idade superior ou igual a 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

Celulares ‘piratas’ serão bloqueados em setembro, afirma Anatel


3nsfarej7h71jhmh0hg75q800

Em setembro deste ano, os celulares ‘piratas’ devem começar a ser bloqueados pela Anatel. Os modelos, chamados informalmente de “xing-ling”, terão a ativação impedida nas redes das operadoras, funcionando por apenas 75 dias e com o usuário sendo notificado sobre isso, até o desligamento completo e banimento das redes de telefonia.

Os alertas começarão a ser emitidos por SMS a partir de 30 de junho, porém, a mudança não afeta os aparelhos que já estão conectados às redes, já que a discussão sobre o que fazer com a base legada ainda está em andamento.

A medida atinge os aparelhos de segunda linha, normalmente fabricados por pequenas empresas chinesas, na tentativa de clonar o design de modelos como o iPhone ou o Samsung Galaxy S. Eles normalmente têm carcaça semelhante e até modificações no sistema operacional para se parecerem com os originais. Além disso, não são certificados pela Anatel, requisito indispensável para qualquer produto de telecom em operação no Brasil.

A agência também vai realizar o cruzamento das informações das redes com a base de dados da GSMA, organização global das fabricantes de smartphones. Ela reúne os IMEIs de todos os smartphones fabricados no mundo de maneira legítima, com aqueles que não forem localizados entrando na lista para desativação.

Os bloqueios representam apenas a primeira fase do combate aos modelos “xing-ling”, já que a Anatel quer que, no futuro, esses dispositivos nem mesmo sejam capazes de se conectarem às redes. A ideia é ir reduzindo o prazo entre a ativação e o bloqueio na mesma medida em que os usuários se conscientizam sobre os riscos envolvidos na compra de um dispositivo desse tipo.

Proposta para criminalizar o funk ganha 20 mil assinaturas em site do Senado


mc-joao-kondzilla-baile-de-favela_funk-carioca

“O funk é uma vergonha para a sociedade brasileira”. A afirmação é do empresário paulista Marcelo Alonso, autor de uma ideia legislativa que visa criminalizar o funk. Na quarta-feira (24), Alonso conseguiu mais de 20 mil assinaturas no site do Senado, que foi encaminhada para a relatoria do senador Cidinho Santos (PR) na CDH (Comissão dos Direitos Humanos e Legislação Participativa). Em seu texto, Marcelo Alonso escreve.

— Os chamados bailes de “pancadões” são somente um recrutamento organizado nas redes sociais por e para atender criminosos, estupradores e pedófilos a prática de crime contra a criança e o menor adolescentes ao uso, venda e consumo de álcool e drogas, agenciamento, orgia e exploração sexual, estupro e sexo grupal entre crianças e adolescente, pornografia, pedofilia, arruaça, sequestro, roubo e etc.

O R7 conversou com o autor da proposta, que detalhou mais a sua ideia.

— Que bom que renda bastante polêmica porque tenho capacidade de debater o assunto com qualquer funkeiro. Se olharmos para os dias atuais, vemos o que está acontecendo. O funk prega apologia ao sexo precoce, drogas, tráfico, pornografia e tantas outras apologias. O funk é uma vergonha para a sociedade brasileira.

Alonso ainda criticou bailes funks organizados ao ar livre. Nele, é bastante comum encontrar adolescentes usando drogas, bebendo e fazendo sexo no meio da rua. As imagens desses encontros se multiplicam nas redes sociais mais rápido do que se possa imaginar.

— No pancadão você vê arruaça, as pessoas precisam trabalhar cedo e não conseguem, o tráfico de drogas está ali, imperando. Uma pessoa com um mínimo de decência vai entender que aquilo é um mal. Não é possível uma criança de 11 anos, que não tem nem formação corporal, como é que ela pode se sensualizar? Como é que ela pode fazer gestos obscenos com uma possível dança, e isso não causar nenhum efeito em um pedófilo?

A funkeira Renata Frisson, conhecida como Mulher Melão, criticou a proposta de Alonso.

— O funk não é crime, é cultura. Vivo do funk há dez anos e não posso ser considerada uma criminosa por levar alegria ao povo. Isso é uma discriminação com as pessoas da comunidade, que sempre amou o movimento. Estamos passando por tantos escândalos de corrupção no país e querem usar o funk para desviar a atenção.